4.21.2012

ratos gigantes

Os ratos gigantes de Gâmbia

Há uns dias atrás a notícia de ataques de ratos gigantes a moradores de uma comunidade de Khayelitsha, em Cape Town, na África do Sul, chocou muitas pessoas pela forma como as vítimas morreram e pelo medo que esse animal causa em muitos de nós. Se ratos comuns já causam certo asco e repulsa por nossa parte, imagine ratos de tamanho proporcional a gatos ou até maiores? Parece coisa de filme de terror, mas os tais ratos gigantes realmente existem.


(Fonte: maceioagora)

Eles são da espécie Cricetomys gambianus e são popularmente conhecidos como ratos gigantes de Gâmbia. Como o nome indica, é um grande rato de origem africana, descoberto em 1845. Os machos são solitários, como o hamster sírio,  já as fêmeas fazem colônias entre elas. Ambos os gêneros são criaturas noturnas, onívoras e coprófagas. Além disso, os ratos gigantes da Gâmbia possuem um anel escuro em volta dos olhos, e na maioria deles, a pele é castanha, suas bochechas são largas e seus dentes medem cerca de 3 cm. O seu peso chega a 3 kg, em alguns casos, e podem alcançar até um metro de comprimento, incluindo a cauda, e por essa razão são considerados os maiores ratos do mundo.


(Fonte: myths-made-real)

A notícia mencionada no início desse artigo relata o drama dos pais de Lunathi Dwadwa, de 3 anos de idade, que foi morta durante um ataque noturno dos ratos dessa espécie. Lunathi estava dormindo em uma cama feita no chão de sua casa, quando foi atacada. Os pais sequer ouviram os gritos da menina, que foi encontrada sem os olhos e com partes do rosto arrancadas pelas mordidas. Após apurarem os fatos, a polícia chegou a dizer ao pai da menina que nada poderia ter feito aquilo, a não ser um rato. As autoridades também revelaram que outro bebê morreu atacado pelos roedores, enquanto a mãe adolescente estava fora com amigos. A jovem foi presa e acusada de homicídio e negligência.


(Fonte: flaviocolares)

As mortes parecem fazer parte de uma onda de ataques desses animais. No mês passado, a senhora Nomathemba Joyi, de 77 anos, morreu após ratos gigantes roerem todo o lado direito de seu rosto. O curioso é que os ataques relacionados a esses ratos não se restringem apenas à região africana.


(Fonte: hexell.livejournal)

Os mesmos Cricetomys gambianus viraram notícia em 2007 nos EUA quando autoridades sanitárias do estado da Flórida, iniciaram uma caçada aos ratos gigantes de Gâmbia que infestavam a região de Grassy Key. Estes monstrinhos estavam ameaçando plantações e bichinhos de estimação de quem vivia na região. A solução encontrada pelas autoridades locais incluía o uso de veneno. Além disso, o governo federal também participou da caça aos ratos gigantes e informou que estava iniciando a fase final do segundo ano de um projeto que visa à erradicação desses bichos que há oito anos se proliferavam na Flórida.

Que tal um rato gigante como bicho de estimação?

(Fonte: hardmob)

Apesar de tais notícias a respeito do rato gigante de Gâmbia serem um pouco perturbadoras para nós, esse bicho ainda possui outro tipo de relação com seres humanos. E qual seria? Bichinhos de estimação! Sim, essa espécie de rato é muito procurada para criação doméstica.


(Fonte: blausucht)

O Rato Gigante da Gâmbia começou a surgir recentemente no mercado de animais de estimação e uma das suas mais peculiares características são as bochechas de grande tamanho que utiliza para transportar comida. Cheias, as bochechas permitem transportar até 100 ml de comida de um lado para o outro.


(Fonte: forum.clickgratis)

Os machos são solitários e agressivos em relação a outros machos. Não é por isso aconselhável manter dois machos na mesma gaiola, pois muito provavelmente irão lutar até a morte. Os ratos gigantes são mais ativos de noite. São bastante sensíveis às mudanças de temperatura, o que os pode tornar animais mais difíceis de manter em cativeiro.


Ratazanas heroínas

(Fonte: blogdaspragas)

As minas terrestres são um problema sério em Moçambique. Espalhadas por todo o país durante a guerra civil, que acabou em 1992, elas ainda vitimam muitas pessoas, causando mortes e mutilações. Inclusive, a causa das minas foi uma das principais preocupações da Princesa Diana.
Ok. E você deve estar se perguntando: E o que tem a ver os ratos com esta história?
É que, em Moçambique, os ratos gigantes de Gâmbia são treinados para identificar o cheiro da pólvora.
(Fonte: biokompost)

O peso do rato não é suficiente para detonar as minas. Então, eles são soltos nos campos minados e, ao localizarem uma mina, cavam ao redor dela, deixando-a exposta para ser desarmada pelos humanos.
Estes ratos, com o seu super faro, também estão sendo usados para identificar a tuberculose em escarros de doentes, e estão tendo uma taxa de sucesso maior do que os técnicos com microscópios.


Depois de fazer um balanço dessas informações,  que tal investir num roedor gigante como bichinho de estimação?

Edward Mordake

Edward Mordake – A incrível história de um homem de 2 faces

Dentro da história das deformidades humanas nos deparamos com casos assustadores e, ao mesmo tempo tristes, de pessoas que nasceram com os mais inusitados tipos de deformidades. Em tempos antigos, eram muito comum esses seres humanos pararem em circos de Freak Show para se tornarem atrações bizarras para um público não menos bizarro por esquecerem que um ser humano com alguma deficiência, seja ela grave ou não, continua sendo um ser humano, com sentimentos, anseios, medos e desejos. Dentre essas pessoas que nasceram com alguma diferença, uma história chama atenção, pela raridade do caso e pela triste história de vida: é o caso de Edward Mordake (ou Mordrake, dependendo da fonte de pesquisa).


Edward Mordake (Fonte: strangebrains2)

A verdadeira história desse sujeito tem sido perdida no decorrer do tempo. Seu caso inusitado ocorreu no início da história médica e é referenciado apenas em relatos de médicos. Na verdade, a história de sua vida tornou-se tão confusa com o passar dos anos que não há uma data sólida de seu nascimento ou morte, nem fontes concretas para os pesquisadores modernos. A única prova concreta de sua existência é uma foto onde as duas faces aparecem.


(Fonte: bretticus)

Em todas as fontes de pesquisa a história sempre começa da mesma maneira. Diz-se que Edward era herdeiro de uma das famílias mais nobres da Inglaterra, no entanto ele nunca reinvindicou o título de nobreza devido à morte precoce. Era considerado um homem brilhante e encantador - um erudito, um músico e um jovem na posse da graça profunda. Diziam também que ele era muito bonito quando visto de frente, entretanto, contrastando com essa beleza, existia na parte de trás da cabeça uma outra face feia que o assombrava constantemente.


Peça teatral baseada na história de Mordake (Fonte: jmosbaugh)

Em algumas versões da história, o segundo rosto de Edward seria o de uma menina bonita. Porém esta seria uma impossibildiade já que todos o gêmeos parasitas são do mesmo sexo e, além disso, a foto dele deixava claro que a segunda face também era masculina. Essa face, por sua vez, ocupava uma parte menor do crânio e exibia certos sinais de inteligência, contudo, dizia-se que essa face apresentava intenções bastante malignas. Então o próprio Mordake relatava que havia situações em que ele estava triste e sua face de trás ficava rindo como se estivesse zombando de seus sentimentos, ou que quando Mordake chorava, sua face de trás sorria em tom de desprezo. Foi dito também que seus olhos acompanhavam qualquer movimento ao redor e seus lábios constantemente faziam algaravia e sussurros assustadores. Embora nenhuma voz sussurrada fosse compreensível, Edward jurou que muitas vezes ele seria mantido acordado durante a noite por conta dos sussurros de ódio de sua face gêmea maligna (como gostava de chamá-la) e dos murmúrios que só poderiam ser ditos no inferno.


(Fonte: good-times.webshorts)

Os relatos sobre a vida de Mordake apontam que o mesmo tentou suicídio diversas vezes, depois que Manvers e Treadwell, seus médicos, desistiram de fazer a remoção cirúrgica de sua segunda face. Por conta disso, certo dia ele teria tido acesso a um veneno o qual usou para cometer suicídio aos 23 anos de idade. Em outra versão da história ele teria dado um tiro entre os olhos de seu irmão gêmeo. Em ambas as versões, Edward deixava para trás uma carta pedindo que a "face demoníaca" fosse destruída de sua cabeça, antes de seu sepultamento, para que ela não continuasse com seus terríveis sussurros em seu túmulo. Ele viveu em completo isolamento, recusando-se às visitas, até mesmo, dos membros da sua própria família, em virtude do receio de ser visto com uma face atrás da cabeça e do preconceito que sofreria por parte de todos. Ainda na carta, ele queria que fosse enterrado em um lugar deserto, sem pedra ou legenda para marcar seu túmulo.


Uma réplica de cera de Edward Mordake (Fonte: flickbr)

As faltas de evidências nos fazem pensar: será que essa história é mesmo real? Em 1896, o livro "Anomalies and Curiosities of Medicine", de George M. Gould e Walter L. Pyle, mencionava uma versão da história de Edward Mordake que ficou muito famosa na época e acabou virando referência para vários textos, peças teatrais e até mesmo para uma música de Tom Waits "Poor Edward" que usou a história do 'homem de duas faces' como inspiração. No entanto, a história de Mordake foi considerada falsa durante algum tempo, por ser considerada excessivamente fantástica para se acreditar e, obviamente, por não fazer muito sentido do ponto de vista médico, em alguns momentos. As variadas versões da história e a carência de fontes confiáveis também diminuem a credibilidade da existência do Mordake e seu drama. Entretanto a única coisa que persiste é a existência de uma foto sua que comprova que ele realmente existiu, mas quando exatamente, ninguém sabe.

4.04.2012

COMO NÓS CRIAMOS NOSSA REALIDADE

A energia que os rodeia em qualquer momento, sempre é - sempre - um reflexo daquilo que vocês estão pensando e sentindo. Nós sabemos que muita coisa está acontecendo no mundo hoje e que pode ser difícil para vocês retornarem ao seu centro e reconhecerem que tudo ao seu redor é um reflexo daquilo que está no seu interior. Agora é uma hora perfeita para lhes lembrar de que vocês podem se interiorizar para criar paz ao seu redor.

Tudo que vocês veem, vivenciam, sentem no seu mundo exterior sempre é um reflexo do que vocês estão sentindo no seu mundo interior. Vocês podem facilmente experimentar paz e tranquilidade ao seu redor se vocês escolherem se focalizar na paz e na tranquilidade. A única e mais importante coisa que vocês podem fazer para ajudar a Mãe Terra e as pessoas e seres de seu planeta é criar paz, harmonia e amor. Como seres humanos que estão passando por uma experiência bastante física, vocês tendem a reagir ao ver tudo que está ao seu redor e querem mudar isso. Quanto mais vocês querem que algo seja diferente do que é, mais se apresenta aquilo que vocês não querem. Podemos lhes dizer sem sombra de dúvida que vocês podem mudar o mundo ao seu redor, mas vocês não o podem fazer a partir do exterior. Vocês só podem fazer a partir de dentro, a partir do seu interior.

Para começar este importante empreendimento, nós lhes pedimos para estarem bastante cientes do que veem e sentem ao seu redor. Vocês devem realmente ver o que está ao seu redor, e vocês devem realmente sentir o que está ao seu redor. Tornem-se cônscios de seus arredores. Olhem e sintam o que está ao seu redor como se vocês estivessem assistindo a uma peça ou a um espetáculo. Ao tornarem-se cônscios do que está ao seu redor, o que realmente está ao seu redor, vocês podem então passar para o próximo estágio de aceitar que vocês criaram tudo aquilo que os rodeia. Este estágio às vezes é o mais difícil de aceitar e o mais difícil de compreender. Mas nós lhes garantimos que não há nada ao seu redor que não foi atraído vibratoriamente. Tudo aquilo que os cerca está aí porque corresponde à sua vibração. Sim, isto inclui até aquelas coisas que vocês não gostam. Nós verdadeiramente podemos ouvi-los dizer: "Não, isso não pode estar certo." Ah, mas está. Vocês são seres vibracionais, vivendo num mundo vibracional, um mundo magnético onde as coisas que vibram igual se atraem. Os iguais se atraem, gostem ou não. (Muitos risos)

O próximo estágio é o que realmente expressam as palavras "criador consciente". Quando vocês olham ao seu redor e escolhem aceitar que tudo que os cerca está aí porque vocês atraíram para a sua realidade, vocês ficam cônscios. Vocês ficam cônscios de que vocês estão conscientemente criando sua realidade. Este é o momento do grande "Ah ha!", e dos bons! Sim! Viva! Oba! Há muitas outras palavras que poderíamos utilizar para demonstrar nossa alegria quando um de nossos preciosos amigos humanos torna-se cônscio de sua capacidade de criar e ele assume a responsabilidade pelo que tem criado. Pois, quando vocês percebem que vocês têm criado tudo que está ao seu redor, o próximo momento de "Ah ha!" é aquele em que vocês dizem: "Ah, eu tenho criado tudo que está ao meu redor sem qualquer esforço. Imagine só o que posso fazer se eu escolher focalizar minha intenção naquilo que estou criando." É aqui que dizemos: "Woooooo Hooooooo!"

Agora vocês veem seus arredores como eles são, e vocês estão cientes de que tudo e todos que os cercam estão aí porque vocês escolheram que estivessem. E o que vocês fazem a seguir? Vocês começam a se focalizar nessas pessoas, nessas coisas, nessas circunstâncias nos seus arredores que vocês gostam e amam. Quanto mais vocês se focalizam naquilo que vocês amam, mais vocês verão coisas para amarem. É aí que vocês começam a ficar muito conscientes do que pensam e do que sentem, e colocam sua atenção naquilo que vocês amam para que possa ser ampliado. Vocês têm uma consciência de que vocês estão escolhendo se focalizar em tudo que vocês amam. Quando vocês fazem isto por vocês e pela sua própria realidade, magneticamente sua realidade começa a mudar. Conforme sua realidade começa a mudar, começam a mudar também as realidades das outras pessoas.

Outro modo de olhar para isto é ver cada pessoa, cada objeto, cada situação ao seu redor atuando como espelhos ou dispositivos refletivos. Todos eles estão lhes refletindo o que eles veem. Então, se uma pessoa entra em sua vida e ela é irritadiça, ela simplesmente está refletindo alguma coisa que está no seu interior. A pessoa não pode refletir irritação para vocês se não existe nenhuma irritação dentro de vocês. O mesmo é válido para o amor. Esta também é a razão para seu carro quebrar ou vocês ficarem presos no trânsito quando vocês já estão de mau humor. Vocês não podem atrair nada para a sua realidade que já não exista dentro de vocês. É por isso que sugerimos que vocês fiquem bem cientes do que vocês veem em sua realidade e tornem-se muito seletivos quanto àquilo que vocês escolhem ampliar. Quando vocês virem e sentirem aquilo que vocês amam, nós desejamos que vocês fiquem muito cientes para que possam ampliá-lo exponencialmente. Entendam que suas emoções são o combustível que amplifica suas criações. Sejam gratos e apreciem quando vocês veem o que amam em sua realidade. Sua gratidão e apreciação amplificarão e atrairão mais daquilo que vocês amam para a sua experiência.

Agora nós queremos que vocês imaginem que mais pessoas estão ficando cientes de sua própria realidade. Elas estão operando a partir do interior e estão prestando atenção àquilo que elas estão criando. O que vocês acham que irá acontecer no seu planeta? Não é necessário que todos os seres do planeta pratiquem a criação consciente. Somente é necessária uma pequena parte de seres do planeta para começar este processo. Nós podemos lhes dizer que isto já está acontecendo e que muitos, muitos seres estão assumindo a responsabilidade pelas escolhas que fazem. Eles se tornaram cônscios. Agora é hora de vocês escolherem criar sua própria realidade. Foi isto que vocês vieram para cá para vivenciar. Criar amor e felicidade na sua própria realidade. Focalizem-se nisso e permitam que isso se expanda!

Nós amamos e honramos vocês.

Obrigado por compartilhar esta conexão conosco.

O Círculo Arcturiano.

Mensagem Canalizada de Kuthumi

Atitude - Mensagem Canalizada de Kuthumi


                                                                     ATITUDE
                            Mensagem Canalizada Kuthumi, canalizado por Michelle Eloff














Eu sou Lord Kuthumi, e venho nos Raios da Luz e da Sabedoria para manter cada um de vocês na essência do amor e da verdade e na supremacia da verdadeira beleza.


Saudações. E é com grande alegria em nossos corações que somos capazes de abraçá-los como indivíduos e como grupos, enquanto lhes trazemos a orientação e os ensinamentos da sabedoria Universal neste dia.


Chegou ao nosso conhecimento que muitos de vocês sentem atualmente como se estivessem passando com dificuldade através de uma energia pegajosa, muito semelhante a “andar através do melaço”, sim? Agora é o momento de vocês usarem os ensinamentos dos quais falamos e aplicá-los. Um destes é a escolha, e como é que vocês usam a sua mente em situações em sua vida, em outras palavras, a sua atitude em relação à vida. Este é o momento de usar ativamente o poder da escolha em cada momento de sua vida; escolher como vocês sentem/experienciam a vida, e a partir de que ângulo – será a cara ou a coroa? É sua a escolha. Entretanto, muitos dizem: “Eu o compreendo Kuthumi, mas não sinto que saiba como fazer isto.” Ao estarem ancorados em suas experiências, vocês começam a sentir. Quando estão em uma experiência e se separam do sentimento, tentando analisar, intelectualizar o que estão experienciando, vocês se movem para a sua cabeça e saem do seu coração. Aqui é que vocês têm a oportunidade de permitir que a sua mente (sabedoria) e o seu coração (amor), trabalhem juntos, de modo que os seus sentimentos possam ser compreendidos como opostos, ao estarem separados e criando assim mais confusão em cada experiência.


Isto também resume a sua atitude em relação a si mesmo, para as experiências que estão se desenrolando em sua realidade, e a sua atitude em relação àqueles que estão participando do jogo com vocês. Este não é um momento para se perturbar por não ser capaz de permanecer centrado ou focado. Este é um momento para agir em cada e todo momento do que estão experienciando, sejam eles desafios ou alegrias. Muitos ficam perturbados e desiludidos quando navegam na crista da onda, e subitamente caem na areia, talvez com a areia até o nariz, em seus ouvidos e em sua boca, e não têm certeza de estarem de ponta-cabeça, e olham ao redor e o seu mundo está girando em uma direção diferente.


Este é o momento de usar aquilo que lhes foi ensinado e aplicá-lo. É como ter um armário cheio de ferramentas diferentes, entretanto, tudo em sua casa está quebrado porque vocês não usaram as ferramentas e o consertaram. Talvez seja um trabalho muito árduo consertar o aparelho, por exemplo, ou talvez vocês sujem as suas mãos. E assim vocês deixam as ferramentas no armário e seguem em frente, e assim as coisas começam a deteriorar e antes que percebam que as coisas não deram certo, vocês se sentam diante de mim e perguntam: “Por quê?”




Eu lhes pergunto: Por quê? Porque vocês sentem neste momento que as coisas em sua vida estejam, talvez, não seguindo de acordo com o seu plano? Há muitas perguntas que vocês podem se fazer, e eu os auxiliarei com algumas destas.


Quando sentirem que a sua vida não está funcionando corretamente, vocês podem se questionar:


Eu deixei margem para que a flexibilidade em minha vida fluisse com a minha alma ou me tornei rígido na minha visão?


Eu usei muito a minha cabeça e não permiti que o meu coração fosse o meu navegador?


Estou me esquecendo de qual seja o meu objetivo; qual era o meu propósito original?


Estou caindo simplesmente em um velho padrão de consciência de vítima – e o que eu estou perdendo ao fazer isto?


A cada vez que se sentirem entrando na desesperança, no desamparo e na desilusão dos padrões passados, reflitam sobre as suas experiências passadas e se perguntem verdadeiramente o que perderam se sentindo assim, caindo novamente nos velhos sistemas de crenças, nos velhos padrões de pensamento, e na própria crítica e na crítica dos outros. Então, mudem a sua atitude; mudem a sua mente e permitam que o seu coração seja uma alavanca. Ao abordarem a sua vida deste modo, vocês perceberão que mais oportunidades de apoio se revelarão automaticamente, pois então vocês estão permitindo que o seu tutor interno os guie através de sua alma e do seu coração, e vocês não estão entregando o controle ao seu eu inferior - a parte temerosa do ser que foi traumatizada e maculada por experiências passadas.


Portanto, vocês se auxiliam no desenvolvimento de novas ferramentas, novas maneiras de encontrar soluções em sua realidade. É uma lição de permanecer focado, e de manter a clareza no meio do caos. É quando vocês perceberão, ao fazerem isto, que dominaram a autodisciplina – dominaram a arte de manter o seu centro e de não serem perturbados pelos medos e problemas dos outros em sua realidade, incluindo os seus, porque vocês colocaram as coisas em uma nova perspectiva.


Percebemos, também, que aqueles que estão navegando neste momento, tendem a se sentir um pouco culpados, quando eles vêem os seus amigos queridos, talvez até a família, passando pela noite escura da sua alma, e há uma parte deles que sente que, talvez, eles, também, devam ficar tristes. Isto não é assim, pois quando vocês permanecem em sua luz, em sua alegria e no amor da felicidade, vocês estão mostrando aqueles ao redor de vocês, que é possível estarem neste espaço. Não há razão, realmente nenhuma razão, para comprometer a sua verdade, o seu amor ou a sua alegria. Tudo é uma questão de escolha – como lhes foi dito muitas vezes antes.


Considerem uma situação em sua vida, uma atitude ou um sistema de crenças – que vocês desejem mudar.


- Por que vocês querem esta mudança?


- Que diferença ela lhes fará e àqueles envolvidos em sua vida ou na situação?


- A mudança exige uma ação física ou uma simples mudança de perspectiva?


- De qualquer modo, como vocês pretendem fazer esta mudança? Em outras palavras, qual é a primeira coisa que precisam fazer para ativar a mudança que desejam?


- Estão dispostos a fazer o que for preciso para tornar uma realidade o seu desejo?


Estejam conscientes daquilo que pediram neste dia, aquilo que consideraram, e saibam que o auxílio do Espírito e da vida virá até vocês, e o apoio estará lá para vocês, porque vocês o pediram. Vocês têm que definir a intenção e a bola estará rolando.


Acreditem que a vida os apóia. Acreditem que vocês têm a força para mudar a sua mente de qualquer modo que escolham, e que têm o poder de serem ou a vítima, ou o vencedor.


Eu sou Kuthumi, Lord do Amor e da Sabedoria, e os saúdo e os abençôo com Amor. ADONAI.


Muito Amor


Michelle e a equipe do Lightweaver

Seguidores

Follow by Email