3.14.2012

ECTOPLASMA


ECTOPLASMA
. Substância ainda pouco conhecida, que flui para fora do corpo humano do médium ectoplasta (médium de efeitos físicos), através da sua manipulação, seja pelo inconsciente ou por inteligências externas encarnadas ou desencarnadas , ocorrem fenômenos de ordem superfísica, incluindo a materialização ou ectoplasmia que pode ser parcial ou completa.
2. Sinonimia: (fontes diversas) atmoplasma, éter vitalizado , hylê, ideoplasma, paquiplasma, primeira matéria, psicoplasma, teleplasma.
3. Etmologia : Grego : Ektós, por fora; plasma: molde ou substância.
4. Ligação do Ectoplasma projetado com o emissor: o Ectoplasma expelido apresenta-se ligado ao médium emissor ou ao indivíduo projetado fora do corpo físico como um canal de alimentação. Há impulsos vitais bidirecionais, dando a aparência de um cordão umbilical.
5. Interação corpo físico / corpo astral. O Ectoplasma ao se evidenciar demonstra uma interação constante entre os dois corpos ou veículos da consciência, o corpo biológico mais denso e o corpo astral ou extrafisico menos denso
6. Forma: Ao exteriorizar-se por aplicação de passes magnéticos sobre o médium (Experiência de Raoul Montandan) tende a reproduzir a forma humana (antropomórfica) Há a duplicação do rosto e das demais formas , seguindo a ação dos campos vitais das células do organismo humano ou modelo organizador biológico (perispírito)
7. Instabilidade: costuma ocorrer uma condição de equilíbrio instável da forma física humana com a forma humanóide.
8. Subordinação a Consciência: As manifestações do ectoplasma são condicionadas a fatores psicológicos derivados da vontade e da emotividade do comando inteligente direcionador do fenômeno.Inconsciente do médium, inteligência desencarnada ou encarnada)

*¨#~~Vera~~#¨* vera - 14/05/2007
9. Aspecto similar a cordão. É comum a forma de fios ou cordões.
10. Raio de ação: ao contrario do corpo astral que se projeta a longas distancias o ectoplasma tem raio de ação mais ou menos definido , a partir e em torno do corpo humano do médium.
11. Reabsorção: De natureza muito sensível demonstra tendência automática (programação pelos computadores do corpo astral ?) de retornar e ser reabsorvido pelas estruturas donde emanou.
12. Impacto de retorno: Em condições adversas pode retornar abruptamente ou recolher-se repentinamente.
13. Fenômenos de efeitos físicos: O ectoplasma do médium está relacionado a mediunidade de efeitos físicos sendo manipulado pelos espíritos desencarnados
14. Pseudo-consciência efêmera e dupla: médiuns relatam sentirem uma espécie de consciência dupla de curta duração durante os fenômenos.
15. Projeção astral: A exteriorização de ectoplasma pode ocorrer também quando o médium está em desprendimento embora tal fato não seja o mais freqüente.
16. Vias de eliminação: A literatura tradicional considera os orifícios de saída do ectoplasma como os naturais do organismo, no entanto, é possível que o mesmo saia por todos os poros do corpo.
17. Coloração: Esbranquiçada variando de tons mais claros a escuros. Já foi descrita até a cor preta o que não se observa comumente.
18. Elasticidade: Relativa a algumas dezenas de metros
19. Reação Térmica: Abaixa a temperatura do ambiente humano de contato imediato.
20. Sensibilidade ao olhar: Descreve-se a influencia do olhar dos circunstantes sobre o ectoplasma (ação mental ?)

*¨#~~Vera~~#¨* vera - 14/05/2007

21. Subordinação aos corpos físico e etérico : Parece haver menor subordinação ao corpo astral (perispírito) do que ao corpo etérico (corpo vital) e corpo físico.
22. Docilidade: Ao contrario do cordão de prata que não atende sempre ao comando mental do espírito o ectoplasma apresenta-se extremamente domesticável.
23. Adesão de partículas: O ectoplasma pode retornar ao emissor com partículas estranhas que aderem a sua estrutura, podendo causar reações no médium.
24. Fotossensibilidade: O ectoplasma é sensível à luz branca comum podendo ser por ela modificado.
25. Densidade flutuante: Em função dos fenômenos decorrentes de sua exteriorização, (efeitos físicos) pode se apresentar de forma sólida, liquida ou gasosa.
26. Aspecto à observação: Frio, Gelatinoso, grudento, úmido, untuosos e viscoso modificando-se para floculoso, difuso, leitoso, ,liquido, gasoso, plasmático e assemelhados.
27. Desagradável ao toque: Alguns pesquisadores referem certa repulsividade ao tocar o ectoplasma.
28. Odor: Pode exalar odor lembrando o gás ozônio.
29. Composição Química: Controvertida conforme cada pesquisador. Já foram descritas, substancias albuminóides, glóbulos brancos sanguíneos, células epiteliais, muco, lipídios etc.
30. Combinações: O ectoplasma apresenta-se como um combinação de elementos do corpo etéreo do médium (fluido vital) , elementos do corpo humano, elementos provindos de vegetais provavelmente direcionados por mentes extra físicas, e até fragmentos moleculares de tecidos da roupa do médium.
31. Seccionável: Podem ocorrer rompimentos do ectoplasma expelido para análise laboratorial.
32. Corporificação: Corporifica veículos ou aparências e desenvolve manifestações orientadas pelas mentes do emissor ou de outrem.
Por Ricardo Di Bernardi
www.mediunato.org/


Seguidores

Follow by Email