12.31.2009

Stonehenge serviu de cemitério durante 500 anos

User-agent: Mediapartners-Google* fonte BBC BRASIL
Disallow:recentes estudos arqueológicos realizados em Stonehenge, o monumento pré-histórico mais importante da Grã-Bretanha, revelaram que o local foi usado como cemitério durante 500 anos, um tempo muito maior do que se pensava anteriormente.
Até agora, arqueólogos acreditavam que cemitérios teriam sido criados no local entre 2700 a.C e 2600 a.C, cerca de um século antes de as pedras gigantes serem instaladas.
No entanto, uma pesquisa que analisou escavações feitas em 1950 sugere que corpos eram enterrados em Stonehenge já no ano 3000 a.C, pouco depois da criação do monumento.
“A partir de então (3000 a.C), Stonehenge teria servido de cemitério até 2500 a.C”, afirmou arqueólogo Mike Parker Pearson, coordenador do projeto Stonehenge Riverside, patrocinado por cinco universidades britânicas.
Local especial
Os arqueólogos acreditam que os restos mortais mais antigos encontrados no local – uma pilha de ossos e dentes queimados – teriam pertencido a uma única família de elite da época, provavelmente integrante de uma dinastia.
Os vestígios mortais mais recentes de que se tem notícia seriam de uma mulher de 25 anos enterrada entre 2570 a.C e 2340 a.C, quando as grandes pedras começaram a chegar ao local.
“Eu não acredito que este era um lugar onde pessoas comuns eram enterradas. Certamente Stonehenge era um local especial naquela época”, afirmou Parker Pearson.
“Há muito tempo arqueólogos especulam se Stonehenge não teria sido criado por reis pré-históricos. Os novos resultados mostram que, não somente este talvez tenha sido o caso, como também eles tenham escolhido este lugar para ser enterrados”.
No entanto, outros especialistas têm uma outra visão do que teria sido Stonehenge. Para Tim Darvill, da Universidade de Bournemouth, e Geoff Wainwright, da Sociedade de Antiquários, o monumento teria sido um local de cura.
Após duas semanas de escavações no local, em abril deste ano, os pesquisadores dizem estar convictos de que Stonehenge era uma espécie de “Santuário de Lourdes Neolítico”, onde peregrinos iam buscar curas para doenças.

Elo perdido da eletrônica permitirá computador que aprende

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:

Elo perdido da eletrônica permitirá computador que aprende



Cientistas da HP conseguiram incluir uma camada de memristores em um processador de silício tradicional, comprovando que esse novo componente eletrônico funciona em conjunto com os componentes eletrônicos tradicionais e abrindo caminho para sua chegada ao mercado a curto prazo.

O que é memristor?
O memristor é considerado o elo perdido da eletrônica, um componente eletrônico com um comportamento similar ao do resistor, mas capaz de "lembrar seu passado", o que significa que ele funciona como uma memória não-volátil. O memristor foi previsto teoricamente em 1971 pelo então jovem professor Leon Chua, da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos. Mas o dispositivo permaneceu como um componente quase lendário até o ano passado, quando os engenheiros conseguiram construir um memristor pela primeira vez, utilizando técnicas da nanotecnologia de última geração.

A descoberta do memristor

Desde que a eletrônica foi criada, ainda na época das válvulas eletrônicas, os cientistas e engenheiros sempre montaram os circuitos utilizando três blocos básicos: resistores, capacitores e indutores. Mas, em 1971, Leon Chua percebeu que estava faltando algo ao estudar como as quatro variáveis básicas de um circuito - tensão, corrente, carga e fluxo - se relacionam com esses três elementos. Cada um dos três blocos básicos da eletrônica se relaciona com duas das quatro propriedades eletrônicas dos circuitos, criando uma cadeia que conecta a carga ao fluxo por meio da tensão e da corrente. Mas a matemática não-linear de Chua mostrava que deveria haver um quarto componente, capaz de ligar diretamente fluxo e carga. Ele então batizou esse elo perdido da eletrônica de memristor - uma junção livre dos termos memória e resistor. E previu que esse quarto componente eletrônico fundamental teria propriedades que não poderiam ser duplicadas por nenhuma combinação dos três outros componentes.
Elo perdido da eletrônica criará computador que aprende

Da teoria à prática

Tudo isto permaneceu no campo da teoria até o início do ano passado, quando cientistas comprovaram a existência do quarto componente eletrônico fundamental. Agora as coisas parecem estar andando muito mais rapidamente. Apenas um ano e meio desde a demonstração do memristor, ele já está no interior de um chip trabalhando em conjunto com seus companheiros mais antigos e mais conhecidos. Os memristores se comportam mais ou menos como os resistores - que simplesmente oferecem uma resistência à passagem da corrente elétrica. A sua grande vantagem é que ele consegue "lembrar" da última corrente que passou por ele, funcionando como uma memória, que poderá substituir tanto as memórias DRAM dos computadores quanto as memórias de dispositivos móveis, como os pendrives.

Substituto do transístor

Mas as vantagens dos memristores vão muito além de simples substitutos das memórias. Eles são excelentes substitutos dos transistores. Os pesquisadores afirmaram que cada memristor individual se mostrou capaz de substituir de 7 até 12 transistores, dependendo do papel que ele desempenha dentro do chip. Melhor ainda: enquanto os transistores exigem a presença de energia constantemente, o memristor mantém sua memória mesmo quando a energia é desligada. Toda a perda de energia que acontece nos chips atuais deixa de existir nos pontos onde o memristor substitui os blocos de transistores, diminuindo o consumo de energia do processador e, por decorrência, seu aquecimento.

Fabricação dos memristores

No estágio atual de desenvolvimento, os memristores são construídos em uma grade de nanofios. Cada junção entre dois fios é um sanduíche cujo recheio é um aglomerado de partículas de dióxido de titânio. É esse sanduíche que é o memristor. No experimento agora feito, a camada de memristores foi colocada sobre a camada do processador CMOS tradicional. Fios de cobre são utilizados para conectar os memristores com os demais componentes do chip. A adição da camada de memristores transformou o chip original em um FPGA (Field-Programmable Gate Array), um tipo de chip que pode ser fisicamente reconfigurado depois que ser fabricado. Elo perdido da eletrônica criará computador que aprende

Boot instantâneo

As possibilidades de avanços na eletrônica e na informática, graças ao advento do memristor, são praticamente inumeráveis. Duas delas, contudo, ganham destaque facilmente, graças à capacidade dos memristores de funcionarem em dois modos: modo digital e modo analógico. A primeira possibilidade, baseada no modo digital de ser dos memristores, é a substituição das memórias RAM tradicionais por memórias não-voláteis, que não perdem o conteúdo quando a energia é desligada. Isto significa, por exemplo, que você poderá desligar o seu computador com todos os programas abertos e, ao religá-lo, continuar o trabalho instantaneamente, uma vez que não será preciso aguardar todo o processo de boot, abertura dos programas, reabertura dos arquivos e assim por diante.

Computadores que aprendem

A segunda possibilidade é ainda mais futurística e utiliza o modo analógico do novo componente eletrônico. Os pesquisadores demonstraram que a forma de funcionamento dos circuitos dotados de memristores lembra muito o comportamento de organismos vivos muito simples. Organismos vivos são "analógicos", e não digitais como os computadores. Isto abre o caminho para a criação de computadores capazes de aprender, onde os memristores comporiam uma espécie de "sinapse artificial," criando computadores "neuromórficos." Não será ainda um chip parecido com o cérebro humano, mas, ainda assim, será um chip capaz de aprender a reconhecer padrões. Hoje, qualquer capacidade de "aprendizado" dos computadores é baseado nos softwares que eles rodam. Com os memristores, o próprio hardware se tornará capaz de aprender. O computador se tornará capaz, por exemplo, de adaptar sua interface com o usuário dependendo da forma como o usuário interage com ela. Essa capacidade também poderá ser explorada em programas de inteligência artificial como os utilizados para reconhecimento de faces e de linguagem.

12.29.2009

Formigas carnívoras

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:
Formigas carnívoras e outras curiosidades sobre as formigas

visualizar


http://www.youtube.com/watch?v=PsI2u9DyMXc
Uma formiga-carnívora do tamanho de um palito de fósforo é a novidade da Casa do Sangue Frio no Zoológico de São Paulo. Lá estão instaladas duas colônias das superformigas Dinoponera gigantea e Dinoponera australis. Conhecida como tocandira ou formiga-carnívora-gigante, ela é preta e tem um potente ferrão que injeta um líquido mortal em suas presas. As vítimas são baratas, besouros e até pequenos lagartos.
As duas espécies são brasileiras e são consideradas as maiores formigas-operárias do mundo. Formigas-operárias são as que só trabalham em benefício do formigueiro, estão sempre em atividade e jamais se reproduzem. 

visualizar


http://www.youtube.com/watch?v=R3Mt2E1M6dU&feature=related

O grupo de Dinoponera gigantea (que tem mais de 3 cm) veio do Maranhão - onde vive - para ser estudado por biólogos no Museu de Zoologia de São Paulo. O grupo de D. australis (pouco menor do que a maranhense) foi coletado no interior de São Paulo.
De acordo com o biólogo Carlos Roberto Brandão, do Museu de Zoologia, as formigas-gigantes só atacam quando incomodadas. Porém, seu veneno é mortal para animais de pequeno porte (a picada de uma delas pode matar um rato). Algumas vezes, esse veneno pode ser fatal para o homem também. "Se a pessoa que foi picada é alérgica, ela poderá até morrer. Outras podem nem sentir a picada", explica o biólogo.
Ao contrário das outras espécies de formigas - que apresentam uma ou mais rainhas, dependendo da espécie -, o grupo de superformigas não tem rainha. A mãe de todas é uma operária escolhida numa disputa entre elas.
Outra curiosidade: o seu ninho é escavado (enquanto da maioria é construído sobre a superfície) a dois metros de profundidade do solo, se abrindo numa espécie de fenda no chão. Da fenda se inicia um buraco que lembra um túnel em formato espiral, de onde saem as câmaras (espécie de salas, onde elas vivem e trabalham).
No lugar da rainha, as formigas-gigantes têm uma operária dominante que é a mãe dos futuros filhotes. A escolha é feita numa disputa elegante, sem mortes. Uma vai lutando com a outra, até sair a vencedora. As lutas podem durar dias com pausas para descanso.
Feita a escolha, e o macho estando no formigueiro, ocorre a fecundação. Aliás, o papel do macho é fecundar a fêmea. Ele só aparece na hora de namorar. Depois de fecundada uma única vez, a dominante pode ter filhotes pelo resto da vida. Os filhotes passam por várias fases (ovo, larva, pulpa) até atingir a fase adulta. Depois, vivem cerca de um ano.
Por mais que as formigas incomodem, a natureza precisa delas. As formigas representam a maior população de insetos do planeta. Calcula-se que existam 18 mil espécies, das quais 3 mil vivem no Brasil. Mas pra que tanto?
O mundo sem as formigas poderia virar um caos! Muitos ecossistemas seriam prejudicados e algumas espécies deixariam de existir. O tamanduá seria o primeiro a sumir porque se alimenta delas. As árvores também sofreriam. Elas fornecem néctar às formigas, que, em troca, espantam os predadores, protegendo-as.
Como as minhocas, as formigas também movimentam a terra na hora de fazer os ninhos e a tornam rica em matéria orgânica, deixando-a fértil para o plantio. As formigas ainda ajudam a espalhar sementes garantindo a reprodução de algumas plantas e a controlar a população de muitos insetos.
Amigas dos dinos
Ao que tudo indica as formigas também infernizavam os dinossauros. Foi encontrado um fóssil de formiga com cerca de 100 milhões de anos! Isso mostra que esses pequenos insetos conseguiram sobreviver aos períodos glaciais, época em que desapareceram várias plantas e animais.
Por ser pequeno, esse inseto consegue se esconder mais, principalmente embaixo da terra podendo escapar até de uma explosão. Não é por acaso que algumas vivem bem no fundo da terra ou em lugares que a gente nem imagina.
As formigas vivem em todos os ambientes terrestres, exceto nos pólos. Não há como evitar sua presença. Existem formigas em ruas, jardins, casas e até hospitais, o que é perigoso. Elas conseguem andar em lixo contaminado, passear em garfos e ir de um cômodo para outro sem problemas. Sendo assim, podem espalhar bactérias e prejudicar ainda mais os doentes.
Superorganizadas
O ponto forte das formigas é a organização. Esses insetos trabalham muito, sem reclamar. Formiga rebelde, como Flik, de Vida de Inseto, e Z, de Formiguinhaz, só em desenho animado!
A saúva, que tem o bumbum gordinho, é exemplo. Cada operária tem a sua função - cortadeira, carregadeira, jardineira e soldado - e, assim que nasce, cada uma executa sua tarefa. Elas cortam, carregam folhas e as transformam em fungo (ou bolor), que é o seu alimento. Ao contrário das formigas-gigantes, as saúvas são vegetarianas.
A rainha só observa o andamento da colônia. Se, por exemplo, ela acha que faltam formigas no grupo das cortadeiras, ela bota ovos para ter mais cortadeiras. Um formigueiro só acaba quando a rainha morre. Ela é a única que pode ter filhos.
Formando grandes batalhões à procura de comida, as formigas podem se tornar pragas. A saúva, por exemplo, é o terror dos agricultores porque devora plantações. Outras, além de plantações, atacam animais domésticos e pessoas. Em 1993, as formigas-lava-pés, que também são carnívoras, infernizaram a vida dos moradores de Envira, no Amazonas.
As formigas destruíram plantações e devoraram animais domésticos. Enterrar mortos era um problema porque no cemitério da cidade estava concentrada a maior parte dos formigueiros. As formigas-lava-pés também atacaram os moradores, muitos dos quais foram hospitalizados com feridas pelo corpo. A situação fez com que os moradores passassem a cobrir os pés com sacos plásticos.
Não dormem, são surdas e quase cegas...
As formigas nunca dormem; pelo menos, nunca ninguém as viu fazerem isso. O que os biólogos descobriram é que as formigas sabem dividir o dia em horas de trabalho e de descanso. Alguns acham que elas não dormem porque têm uma vida curta e precisam trabalhar para manter o formigueiro. Algumas espécies, como as saúvas, vivem apenas três meses e começam a trabalhar assim que nascem.
Elas também são surdas, quase não enxergam e se comunicam pelo cheiro. Quando uma formiga está em perigo, ela solta um odor para alertar as companheiras, transmitindo um aviso de que as demais devem fugir. O odor varia conforme a situação, mas o ser humano não consegue sentir esse cheiro. As formigas também servem de comida para o homem. Os chineses adoram ensopado de formigas, vinho com formigas, feijão com formigas etc. Eles dizem que, além de saborosas, são úteis no tratamento de muitas doenças. Se curam realmente ninguém sabe, mas os biólogos dizem que as rainhas-saúvas são muito nutritivas.
Fonte: Jornal "Diario do Grande ABC"

venenos mortais

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:

Os elementos da morte

Os venenos não são exclusividade das cobras nem dos homicidas. Eles estão em todo canto: se ocultam nos brinquedos, nos objetos da casa e nos remédios

por Texto Marcos Nogueira
Diz o provérbio que os piores venenos, assim como os melhores perfumes, vêm nos menores frascos. Isso nem sempre é verdadeiro: alguns dos venenos mais mortais podem vir em uma pilha, em um termômetro ou num brinquedo qualquer. Substâncias potencialmente letais fazem parte do nosso cotidiano desde que a humanidade aprendeu a usar e transformar os materiais que o ambiente lhe oferece – isso porque, além de serem tóxicos, tais produtos têm utilidades prosaicas como armazenar água ou colorir as paredes da casa.
O uso (em geral imprudente) dos venenos pelo homem é o tema que o químico inglês John Emsley escolheu para escrever o livro The Elements of Murder – A History of Poison (“Os Elementos do Assassinato – Uma História do Veneno”, inédito no Brasil). Nele, o cientista explora, segundo suas próprias palavras, “um lado mais negro da tabela periódica” e elege os 5 elementos químicos mais perversos: mercúrio, arsênio, chumbo, antimônio e tálio. Por que esses 5? Porque, além de serem mortais, não fazem parte da seleta lista de 25 elementos essenciais à manutenção da vida. A única possível exceção é o arsênio: “o júri ainda está indeciso quanto a ele”, escreve Emsley). “Também há elementos que são tanto essenciais quanto altamente tóxicos, como o flúor, o selênio e o cromo.”
Embora as propriedades maléficas de algumas substâncias sejam conhecidas há milênios, foi somente com o avanço da química que se estabeleceu uma distância segura de determinados venenos. Em alguns casos, isso só aconteceu no final do século 20. Até lá, todo mundo passava soluções de mercúrio em feridas abertas na pele. Um pouco antes, latas de alimentos em conserva eram soldadas com chumbo. E médicos receitavam loções de arsênio para tratar dores lombares.

 

ELEMENTO no 1 - O antimônio
O que é: O antimônio (Sb) pertence a uma categoria de elementos chamada metalóides ou semimetais. Ou seja: ele existe tanto na forma de metal quanto na de não-metal.
Apresentação: O composto de antimônio mais usado em envenenamentos é o tártaro emético – ou tartarato duplo de antimônio e potássio – que vem em forma de cristais hidrossolúveis.
Como mata: Dificilmente alguém morre por tomar uma grande dose única de antimônio – o organismo a expele antes de o efeito ser fatal. São mais comuns as mortes por muitas doses pequenas.
Para que serve: O antimônio é usado em eletrodos de baterias de automóveis, compõe ligas metálicas e ainda pode servir como matéria-prima de determinados tipos de vidro.
Na medicina: Compostos de antimônio sempre foram usados na indústria farmacêutica. E ainda são: o tratamento da leishmaniose (doença parasitária que causa úlceras na pele) depende de remédios antimoniais. Na Idade Média, era muito popular o uso de uma certa “pílula eterna” de antimônio metálico para combater a prisão de ventre. Uma bola de antimônio era engolida e irritava as paredes intestinais da pessoa, acabando com qualquer constipação. Em seguida era recolhida, lavada e guardada para problemas futuros – e passada para as gerações seguintes.
Dose letal: Uma pessoa pode morrer com 120 mg, desde que tudo isso seja absorvido pelo corpo – algo muito improvável.
Réquiem para Mozart: A morte do compositor Wolfgang Amadeus Mozart, ocorrida em 1791, nunca foi plenamente esclarecida. Há teorias conspiratórias sobre um suposto envenenamento criminoso – o também músico Antonio Salieri, seu rival na corte de Viena, chegou a confessar o assassinato, mas sofria de demência senil e poucos acreditam nessa hipótese hoje. Segundo o farmacêutico Ian James, do hospital Royal Free de Londres, Mozart morreu por envenenamento acidental. Culpa do pó de antimônio que lhe receitaram para tratar o que fora diagnosticado como “melancolia”. Ian diz que todos os sintomas dos últimos dias de Mozart condizem com essa teoria: febre alta, vômitos violentos, inchaço dos membros, hálito pestilento e erupções cutâneas. Ironicamente, um quadro como esse era tratado na época com remédios à base de antimônio.
ELEMENTO no 2 - O chumbo
O que é: O chumbo (Pb) é um dos metais mais úteis para a humanidade – é maleável, abundante, resistente à corrosão. É também um veneno poderoso.
Apresentação: O envenenamento ocorre pela água transportada em canos de chumbo, por tintas à base desse metal e outros compostos plúmbeos.
Como mata: O chumbo é um veneno que se acumula no organismo humano – especialmente nos ossos. Ele interfere na produção de sangue, no sistema nervoso e no funcionamento dos rins. Os sintomas da intoxicação incluem insônia, alucinações, cegueira, obstrução intestinal e coma.
Para que serve: Para uma infinidade de coisas: da produção de baterias a soldas, de munição a pesos para pescaria.
Na medicina: Loções contendo chumbo eram tratamento para males como tuberculose, sangramentos genitais e lesões na pele. Por serem de uso externo, não ofereciam grande risco. Até hoje, algumas tinturas capilares contêm chumbo – nada funciona tão bem contra cabelos grisalhos.
Dose letal: A tolerância ao chumbo varia de acordo com o indivíduo – e são raros os casos de morte por dose única. É consenso que uma pessoa com mais de 80 mg do metal por 100 ml de sangue está gravemente envenenada.
Embriaguez venenosa: O chumbo tem envenenado a humanidade desde a invenção de duas coisas complementares: a cerâmica e o vinho. Potes de cerâmica costumavam ser envernizados com produtos à base de chumbo. Esse verniz reage com o vinho, resultando numa substância chamada acetato de chumbo. Também chamado de “açúcar de chumbo”, esse produto é – como seria de se esperar – doce. Por isso e porque ajuda a conservar o vinho, o acetato de chumbo era adicionado de propósito à bebida no Império Romano. E a elite de Roma tomava vinho como se fosse água. Isso, segundo John Emsley, provavelmente era a causa do comportamento alucinado de imperadores como Calígula e Nero. Nos séculos posteriores, esse tipo de envenenamento continuou a atacar os bebedores de vinho – porém de forma acidental. Ou pela má-fé de gente que usava o produto para disfarçar vinho ruim.
ELEMENTO no 3 - O arsênio
O que é: O arsênio (As) é um elemento químico da família do nitrogênio encontrado em minérios de cobre e de chumbo. Apesar de ser obtido exclusivamente como subproduto na extração de outras substâncias, existe uma superprodução global de arsênio.
Apresentação: Não confunda: o elemento químico se chama arsênio. Arsênico, talvez o mais famoso dos venenos, é o nome popular de um de seus compostos, o trióxido de arsênio – também conhecido como arsênico branco.
Como mata: A primeira reação do corpo à intoxicação por arsênio é vomitar – mas geralmente a expulsão do veneno ocorre tarde demais para impedir o estrago. Tanto os vômitos quanto a diarréia são violentíssimos e, ao fim de um ou dois dias, a vítima pode morrer de falência cardíaca.
Para que serve: Os antigos chineses e indianos já usavam arsênico como pesticida. Compostos de arsênio são ou já foram usados em armamentos, tratamento de madeira, em componentes eletrônicos e na fabricação de tintas.
Dose letal: Varia muito de acordo com o indivíduo, já que o corpo pode desenvolver tolerância ao veneno.
Na medicina: Em doses pequenas, os compostos de arsênio não são fatais – e foram usados na preparação de medicamentos até o século passado (a medicina chinesa ainda os utiliza). No século 19, causou sensação a descoberta de uma aldeia de camponeses nos Alpes Estírios, entre a Áustria e a Hungria, em que a população tomava arsênico como se fosse tônico. As doses ingeridas chegavam a quase 1 grama – o suficiente para matar 4 pessoas ou mais – e ainda assim não causavam nenhum efeito nocivo a quem as tomava.
A morte nas paredes: No século 19, a Inglaterra desenvolveu uma compulsão por decorar suas casas com papéis de parede. Esses papéis eram coloridos com arsênio – em especial os padrões florais, em que um pigmento chamado verde-de-scheele reinava onde quer que se desenhassem folhas. Quando expostos à umidade, esses papéis de parede viravam culturas de um bolor que exalava trimetilarsina – um gás fatal. Embora não haja números exatos sobre mortes e doenças, uma nação inteira foi envenenada: estima-se que, por volta de 1860, os lares britânicos somavam 250 km2 de papéis de parede com arsênio.
ELEMENTO no 4 - O tálio
O que é: A descoberta do tálio (Tl) é relativamente recente: o químico inglês William Crookes o batizou assim em 1861 porque, ao ser queimado na chama do bico de Bunsen, o elemento produz uma chama de verde vivo como o de um broto verde. Thallos em grego ou, em português vulgar, talo.
Apresentação: O tálio geralmente é encontrado na forma de sais. Os mais comuns são o sulfato de tálio – pesticida muito usado em outras épocas contra ratos e baratas – e o acetato de tálio, que compunha alguns cremes e loções pra eliminar pêlos corporais indesejados. Esse efeito colateral é um grande problema para os envenenadores que recorrem ao tálio: se a vítima sobrevive, caem seus cabelos e a máscara do criminoso.
Como mata: Dentro do nosso corpo, os íons de tálio “se fazem passar” por potássio – elemento essencial para o organismo. Eles se instalam nas células, cujo funcionamento é prejudicado. Isso ocorre principalmente no sistema nervoso: o resultado é insônia, depressão profunda e desejo de morrer. O tálio também ataca os testículos e o coração, e causa paralisia muscular.
Para que serve: O uso dos compostos de tálio é restrito à produção de objetos muito específicos, como lentes especiais e células fotoelétricas.
Na medicina: Como agente "descabelante", o tálio fez muito sucesso no século 19 no tratamento da tinea, um tipo de micose cutânea. Ainda hoje, isótopos radioativos de tálio são empregados no diagnóstico de doenças cardíacas.
Dose letal: 800 mg.
O livro da salvação: Como o envenenamento por tálio é muito raro e seus sintomas se confundem com os de outras doenças, é comum que os médicos façam "n" exames e não consigam identificá-lo. Foi isso o que ocorreu com uma menina de 19 meses atendida, em 1977, no hospital Hammersmith de Londres. Por sorte, havia na equipe uma enfermeira que lera o romance O Cavalo Amarelo, de Agatha Christie. O livro menciona que o tálio causa queda de cabelos e a enfermeira, ao notar esse sintoma na criança – que já havia tentado todos os recursos médicos disponíveis no seu Catar natal – chamou a atenção dos médicos. Não deu outra: a menina vinha atacando a ração de tálio que a família usava para acabar com ratos e baratas da casa.
ELEMENTO no 5 - O mercúrio
O que é: O mercúrio (Hg) é o único metal que é sempre líquido em temperatura ambiente – congela a 39 graus negativos. A principal fonte da substância é um minério chamado cinabre.
Apresentação: Mercúrio líquido, como o encontrado em termômetros, é relativamente inofensivo, pois o sistema digestivo não o absorve. O problema é que ele é um líquido volátil e o seu vapor é altamente tóxico. Sais de mercúrio oferecem ainda mais perigo, pois se dissolvem em água e podem ser misturados a alimentos e bebidas – o mais venenoso de todos é o corrosivo sublimado (bicloreto de mercúrio).
Como mata: Minutos depois da ingestão de uma grande dose, começam os vômitos e a diarréia. Em casos de intoxicação aguda, surgem lesões nos intestinos, fígado e boca. O envenenamento pode levar à falência renal e tem efeitos perversos no sistema nervoso: a pessoa se torna irritada, paranóica, sofre de tremores e fala e age como louca. A imagem folclórica do “cientista louco”, segundo John Emsley, teve origem em casos reais de intoxicação por mercúrio: vazamentos do metal em laboratórios eram coisa comum.
Para que serve: O mercúrio tem a capacidade de se amalgamar com outros metais. Isso é útil especialmente na extração de ouro – para separar o metal precioso das impurezas. Entre outros usos do mercúrio já figuraram a fabricação de espelhos, de lâmpadas, de baterias e até chapéus de feltro.
Na medicina: A partir do século 16, remédios à base de mercúrio eram usados contra a sífilis – como o metal se acumula no cabelo do paciente, até hoje é possível examinar os fios e especular se o seu dono era ou não sifilítico (entre os suspeitos, estão Napoleão e o rei Henrique 8º da Inglaterra). No Brasil, antissépticos com mercúrio na fórmula só foram proibidos na década de 1990.
Dose letal: Em geral, 200 mg são suficientes para matar.
Sashimi do mal: O caso mais famoso – e trágico – de envenenamento em massa por mercúrio aconteceu no Japão nas décadas de 1950 e 1960. Uma indústria despejou dezenas de toneladas de mercúrio na baía de Minamata. Ele foi incorporado à cadeia alimentar até chegar aos peixes. Em 1952, o desastre se manifestou com uma quantidade anormal de peixes mortos boiando no mar. Gaivotas e gatos que comeram esses peixes passaram a se comportar como loucos. O mesmo efeito se deu nos humanos: estima-se que a chamada doença de Minamata tenha afetado cerca de 3 mil pessoas e matado mais de 900 delas.

Para saber mais

The Elements of Murder - A History of Poison, John Emsley, Oxford University Press, Inglaterra, 2005

12.28.2009

OS NAUFRÁGIOS

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:
OS NAUFRÁGIOS MAIS PROCURADOS NO BRASIL

Na costa brasileira existem mais de 2.000 embarcações naufragadas, muitas destas guardam em seu interior objetos de grande importância histórica, além de riquezas que atraem não só aos arqueólogos mas também aos "caçadores de tesouro". Aos primeiros pelo interesse em descobrir e documentar o passado, aos outros pelo lucro que muitas vezes representam.
Abaixo vocês irão encontrar um pequeno resumo sobre as embarcações que mais interesse despertam para ambos os grupos.

SANTA ROSA
Nau portuguesa armada com 70 canhões (de ferro e de bronze) considerada uma das mais poderosas de Portugal. Em 1726, partiu de Salvador comandando uma esquadra de 55 embarcações que retornava ao Reino.
Não se sabe bem o que ocorreu para que em 6 de setembro, depois de 14 dias de navegação, a embarcação explodisse e posteriormente naufragasse. Uma das versões é a de que o acidente foi provocado depois de uma discussão entre o Capitão e o Comandante do regimento de soldados.
Da tripulação de mais de 700 homens, apenas 7 foram localizados vivos e destes apenas 3 sobreviveram às queimaduras.
Junto com seu casco afundaram cerca de 6 toneladas de ouro, que faziam parte dos quintos do Rei, além de uma grande quantidade de ouro e pedras preciosas não declaradas (como era comum já naquela época).
Fontes indicam dois locais possíveis para seu naufrágio:

  • 1. Defronte ao cabo de Sto. Agostinho (PE)
  • 2. Defronte ao cabo Branco (PB)
Seu tesouro que inclui peças de grande valor histórico, além do ouro, está avaliado em aproximadamente US$ 700 milhões. Isto o coloca entre os mais ricos naufrágios do mundo, ainda não localizados.
PARA SABER MAIS, CLIQUE  AQUI

SANTA CLARA
A Nau portuguesa Santa Clara fazia parte da carreira das Índias, de onde partiu acompanhada de outras duas. Na altura do Cabo da Boa Esperança, nos piores mares do mundo (Roaring Forties) transferiram os viajantes e carga das naus acompanhantes que estavam na iminência de naufragar e a que sobrou, a Santa Clara, aproou para a Bahia.
Seu capitão era Luís de Alter.
De Salvador partiu com 676 pessoas a bordo mas veio a naufragar, horas depois, nos recifes de Arembepe.
Possuia um tesouro avaliado em mais de, atualmente, US$ 200 milhões.
O grande historiador Pedro Calmon narra a corrida do ouro dos habitantes de Salvador quando souberam da notícia. Muitos bens e cadáveres estavam espalhados pela praia, pois somente 6 pessoas escaparam.
Foi a maior carga de ouro transportada por uma nau a partir da Índias que naufragou abaixo da linha do Equador.

(Agradecimentos ao Prof. José Goes de Araujo)

SÃO JOÃO MAGNANIMO
Charrua construída no Arsenal do Pará e lançada ao mar em 1794.
Em uma de suas primeiras viagens, ainda em 1794, quando em rota para Portugal naufragou no Banco da Tijoca (PA).
Transportava toda a prataria que havia na Igreja dos Mercenários.


PRINCE
Nau de guerra francesa.
Tinha como capitão Morin des Zerets.
Em 1752 navegava da França com destino à Índia quando, em 26 de Julho, pegou fogo e naufragou.
Existem 3 versões do local do naufrágio:

1. próximo a Natal (RN),
2. em Pernambuco e
3. próximo a ilha da Ascensão, no meio do Atlântico.
Transportava carga avaliada em mais de 5 milhões de libras.
De sua tripulação de mais de 400 pessoas apenas nove sobreviveram.


NAU DE GONÇALO COELHO
Até o momento não foram encontrados documentos que nos informem seu nome.
Seu proprietário era Fernão de Loronha (Fernado de Noronha) e tinha como comandante Gonçalo Coelho.
Era uma embarcação de três mastros, tinha uma capacidade de carga de cerca 300 tonéis (hoje equivalentes a aproximadamente 260 toneladas), com uma tripulação de 240 homens.
Seu naufrágio ocorreu no dia 10 de agosto de 1503, o que a torna o naufrágio mais antigo documentado para as costas do Brasil.
Quase tudo o que se sabe vem da Léttera escrita por Américo Vespúcio, que estava comandando uma das embarcações da frota de 6 navios enviada para explorar as costas do Brasil e nela construir fortalezas.
Seu valor histórico é incalculável pois nela estão depositadas as características não só da construção naval, bem como a dos equipamentos e utensílios utilizados à bordo durante a era dos Descobrimentos.
O ponto mais provável de seu naufrágio: nas proximidades da ilha de Fernado de Noronha.


MADAGASCAR
Cliper inglês que partiu, em 1853, da Austrália com destino à Inglaterra e desapareceu nas costas do Brasil. Transportava como parte de sua carga 1.020,6 toneladas (36.000 oz.) de ouro que seriam entregues num banco na Inglaterra.
Vários pesquisadores o tem procurado e duas diferentes (bem diferentes por sinal) possíveis localizações são as mais prováveis:

  • 1. Na região de Bragança no Pará
  • 2. Nas costas do Rio Grande do Sul.
  •  
RAINHA DOS ANJOS
Nau de guerra portuguesa, armada com 56 canhões.
Voltando da China para Lisboa, em maio de 1722, e estando no Rio de Janeiro, acidentalmente pegou fogo e explodiu, levando para o fundo sua carga, que incluía os presentes que o Imperador da China enviava ao Rei de Portugal.
Este tesouro é estimado em mais de US$ 450 milhões.


EMBARCAÇÕES DA BATALHA DO ABROLHOS
No dia 11 de setembro de 1631 duas esquadras, uma luso-espanhola (com 19 navios de guerra que comboiavam mais 35 embarcações) e outra holandesa (com 18 embarcações de guerra), combateram a cerca de 80 léguas do arquipélago dos Abrolhos.
O combate se iniciou pelas 9 horas da manhã e foi terminar por volta das 4 horas da tarde.Neste duro conflito perderam-se, segundo alguns autores 6 embarcações, segundo outros apenas 4.
Com concordância geral, foram ao fundo as seguintes embarcações:

Frota holandesa:
  • Prins Wilhelm - nau capitânia ( 46 canhões, 300 tripulantes)
  • Provincie van Utrecht ( 38 canhões, 262 tripulantes )
Frota luso-espanhola:
  • San Antonio - nau almiranta ( 28 canhões, 344 tripulantes )
  • N.S. dos Prazeres Menor ( 18 canhões, 188 tripulantes )
Estas embarcações naufragadas representam valioso patrimônio histórico mas repousam numa profundidade entre 150 e 200 metros e numa localização muito vaga ( 80 léguas a leste dos Abrolhos ).
NAU DE AIRES DA CUNHA
Em outubro de 1535 parte de Portugal uma esquadra, comandada por Aires da Cunha, composta por 10 embarcações, com uma tripulação total de 900 homens, fortemente armada, tanto para o mar quanto para terra e com 113 cavalos a bordo. Tinha a missão oficial de tomar posse da capitania do Maranhão em nome de seu donatário, João de Barros.
Em março de 1536, quando a esquadra chegava às costas do Maranhão, fortes chuvas e vento castigavam a região e, provavelmente devido a estas condições climáticas adversas, a nau capitânia desapareceu.
Por ser a mais importante das embarcações e nela estavam os personagens mais influentes, com seus bens, seu valor histórico é bem elevado, bem como existe a possibilidade de que ela estivesse transportando valores.
Além desta, outras embarcações da esquadra naufragaram na ilha do Maranhão.
Possíveis locais:  Ilha do Medo e Coroa Grande.


Marcello De Ferrari.

10 mais procurados pelo FBI

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:

Os 10 mais procurados pelo FBI


A lista dos 10 mais procurados pelo FBI surgiu de uma conversa, em 1949, durante um jogo de cartas entre entre J. Edgar Hoover, então Diretor FBI e William Kinsey Hutchinson, editor-chefe do Serviço Nacional de Notícias dos EUA. Eles discutiam formas de promover a captura dos mais procurados pelo FBI. A conversa se transformou em um artigo que rendeu a prisão de dois dos listados e fez um estrondoso sucesso, tanto que no dia 14 de março de 1950, o FBI anunciou oficialmente a sua própria lista para aumentar a habilidade na execução da lei para capturar os fugitivos perigosos.


10 . Alexis Flores, (18/06/1975), é procurado por causa do seqüestro e assassinato de uma menina de 5 anos, Iriana de Jesus, na Filadélfia, Pennsylvania, em 2000. Ele é Hondurenho e mente descarada e freqüentemente ser muito mais jovem do que na verdade é. De acordo com seu perfil no Mais Procurados da América, há evidências de que ele também estuprou uma criança antes de a matar.
Ele foi visto pela última vez no Arizona onde esteve preso por falsificação. Mas considerando que lá como cá, falsificação é uma besteira e não dá cadeia para ninguém (é só lembrar dos documentos falsificados pelo ladrão do Senado), só colheram uma amostra de seu DNA e soltaram-no. No ínício de 2007, no cruzamento dos dados de DNA, descobriram ser ele o assassino. Ele pode ter voltado a Honduras já que alguns policiais de Tegucigalpa juram tê-lo visto "fazendo farra"com menores em um bar nos arredores da cidade. A recompensa por qualquer informação que conduza a captura de Flores é de cem mil dólares.
9 . Emigdio Preciado, Jr., (19/08/1969) é procurado por abrir fogo em dois delegados de polícia de Los Angeles, Califórnia, no dia 5 de setembro de 2000, deixando um deles paralítico. Na ocasião, Emigdio estava sendo investigado por encabeçar uma gangue de assassinos profissionais.
Ele é também um notório do Mais Procurados da América. O FBI acredita que ele possa estar no México e a recompensa para informação que conduza à captura de Preciado é de também cem mil dólares.
8 . Jorge Alberto Lopez Orozco, (22/04/1976) é procurado por ter relação direta com os assassinatos de uma mulher e seus dois filhos, 2 e 4 anos, no Município de Elmore, Idaho. Os restos carbonizados das vítimas foram achados no dia 11 de agosto de 2002, dentro do porta-malas de um veículo incendiado. Ele pode ter tido a ajuda do irmão Simon Lopez-Orozco e esposa que também estão foragidos. Jorge Alberto é outro que paga recompensa de até cem mil dólares.
7 . Diego Leon Montoya Sanchez, (11/01/1958), procurado pela manufatura, distribuição e envio de toneladas de cocaína para os Estados Unidos. Montoya é supostamente um dos principais líderes do Cartel Norte do Vale da Droga colombiano. É crido que este Cartel seja a organização mais poderosa e violenta de traficantes na Colômbia e segundo notícias é fortemente protegido por grupos armados, enquanto fornece ajuda e armas ilegais tanto para para-militares da ala direitista como também para os rebeldes esquerdistas.
Você deve ter visto nos jornais que Montoya foi preso no início do mês(10/09/2007) na Colômbia, logo após a prisão de Juan Carlos Ramírez Abadía em SP. Alguém embolsou, nada mais nada menos que, 5 milhões de dólares; valor oferecido pelo Programa de Recompensas do Departamento Estatal de Narcóticos dos EUA.
6 . Robert William Fisher, (13/04/1961), é procurado por matar sua esposa e os dois filhos e logo depois explodir a casa na qual moraram em Scottsdale, Arizona, em abril de 2001. Ele também foi expulso da marinha por colocar o Tenente de sua companhia dentro de um latão e botar fogo. A recompensa para informação que conduz à captura de Fischer é de cem mil "verdinhas".
5 . Jon Schillaci, 14/12/1971, saiu do presídio em Sugarland, Texas, no verão de 1999 depois de cumprir a sentença de dez anos de prisão por ter molestado um garoto. Daí o cara foi pra New Hampshire e conseguiu convencer toda uma família de que tinha se tornado um novo homem. Deu no que deu... Schillaci violentou sexualmente o filho de 5 anos e agora sua cabeça está novamente a prêmio por duzentos mil dólares.
4 . James J. Bulger, (03/09/1929) é procurado por tomar parte em numerosos assassinatos quando era líder de um grupo de criminoso organizado que extorquia comerciantes, traficava drogas, e praticava toda sorte de atividades ilegais em Boston, Massachusetts. Dizem que o vovô tem um temperamento violento e é conhecido por estar sempre usando um punhal de meter medo a qualquer Cearense.
A recompensa para quem entregar o vovô nervosinho é de um milhão de dólares.
3 . Osama bin Laden, (10/03/1957), líder da al-Qaeda é procurado pelos bombardeios das embaixadas dos Estados Unidos em Dar Es Salam,Tanzânia e Nairobi, no Quênia em 7 de agosto de 1998. Estes ataques mataram mais de 200 pessoas. bin Laden é considerado também responsável pelo 12 de outubro de 2000, pelo ataque ao contratorpedeiro USS Cole ao largo da costa do Iêmen que matou 17 marinheiros.
A justificativa do FBI para que bin Laden não apareça no primeiro posto chega a ser hilária para justificar a incompetência de até hoje eles não terem conseguido botar a mão no "bagre" (porquê este cara só pode ser um bagre).
Resulta frustrante à nação mais rica do mundo comtemporâneo não conseguir localizar uma única pessoa. Assim o FBI diz que o motivo do terrorista ter estado no primeiro posto de mais procurado pelo FBI em novembro de 2001 foi os bombardeios as embaixadas na África e não pelo papel alegado por ele no 11 de setembro de 2001.
No ataque às torres gêmeas, bin Laden foi só, segundo o FBI, um co-conspirador sem voz ativa no plano final dos terroristas.
Notem que mesmo com este descaso e desinteresse todo ao milionário Saudita, o Departamento de Recompensas da Justiça Federal dos EUA oferece só vinte e cinco (25), isto mesmo... vinte e cinco milhões para quem der uma pista sobre o "ensaboado". A Associação de pilotos de transporte aéreo dos EUA também se cotizou e oferece uma gorjetinha de dois milhões para quem disser uma possível localização do "liso".
2 . Glen Stewart Godwin, (26/06/1958), é o segundo mais velho (a mais tempo) na lista, assassino frio e calculista, dizem que não há prisão que o segure. Em 1996 quando cumpria pena por duplo homicídio na prisão Estadual de Folsom, Califórnia, soube que quem entregou seu paradeiro foi a esposa. Fugiu na mesma noite e a esquartejou. A recompensa por sua captura já chegou a beirar o milhão quando era considerado inimigo público número 1 dos EUA, mas hoje, que deve ter fugido para Brasília, estão pagando cem mil pelo clone do George Clooney.
1 . Victor Manuel Gerena, (24/06/1958), cubano que está a mais tempo na lista é de meter medo a qualquer senador brasileiro. Ele, sozinho, roubou aproximadamente sete milhões de dólares de uma companhia de segurança em Hartford, Connecticut, em 1983. Sem dar sequer um tiro sequer, ele logrou algemar os outros dois guardas que faziam a segurança junto com ele, injetou-lhes uma substância paralisante e "fez a festa". Qualquer semelhança, não é pura coincidência. A recompensa, engordada pela empresa de segurança, para qualquer informação que conduza à captura de Gerena é de um milhão de dólares.
As listagens de mais procurados do FBI de anos anteriores eram bem mais, como dizer... hollydianas. Tinham mais caras maus, mais gente atôa e até alguns bandidos charmosos do tipo "Robin Hood". Veja alguns dos figurinhas que já frequentaram esta lista e que hoje já curtem um xilindró ou já foram para o andar de baixo.
. Donald Eugene Webb - Este cara era um bicho, jamais foi preso sem ferir ou matar o policial que o tentava prender. Em 1998, queimou seu chefe e 11 companheiros do escritório de contabilidade onde trabalhava depois de torturá-los por dois dias. Motivo: seu chefe recusou-se a dar o aumento que ele solicitou por ser mais produtivo.
. Richard Steve Goldberg - Pederasta assassino. O demente matou seus 3 irmãos menores quando tinha apenas 14 anos e a partir daí nunca mais parou. Melhor nem falar muito deste cara... talvez só dizer que morreu empalado no presídio.
. Hopeton Eric Brown Jamaicano psicopata do tipo que come merda, assassino nato que não desgrudava de sua sua AK- 47 curta dourada. Não pensava duas vezes para disparar e matar várias pessoas sem motivo algum. Quem se interpunha em seus negócios, tráfico de armas e drogas, não via o sol nascer ou não via mais a família.
. Michael Alfonso O Negão é um perigo. O cara comia as namoradas. Não, não... você não entendeu. O cara comia, fazia picadinho e comia de novo. Entendeu agora? Paradoxalmente estranho é que ele era um imã para as mulheres, não havia uma que não conquistasse.
Era não... é. Dizem que uma carcereira de um presídio no Texas vem diuturnamente dando entrada no hospital local com marcas de mordidas profundas e um longo e largo sorriso no olhar...

História de Esparta

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow: História de Esparta
Conheça a história de Esparta, cidade-estado grega, os espartanos, educação espartana, política, religião,
 cultura, sociedade, guerras com Atenas, Guerras Médicas

esparta - guerreiro
Estatueta de um Guerreiro Espartano   
Introdução 
Esparta foi uma das principais polis (cidades-estado) da Grécia Antiga. Situava-se geograficamente na região sudeste da Península do Peloponeso. Destacou-se no aspecto militar, pois foi fundada pelos dórios.

A cidade de Esparta foi fundada no século IX a C pelo povo dório que penetrou pela península em busca de terras férteis. Quatro aldeias da região da Lacônia uniram-se para formar a cidade de Esparta. A cidade cresceu nos séculos seguintes e o aumento populacional fez com que os espartanos buscassem a ampliação de seu território através de guerras. No final do século VIII aC, os espartanos conquistaram toda a planície da Lacônia. Nos anos seguintes, Esparta organizou a formação da Liga do Peloponeso, reunindo o poderio militar de várias polis da região, exceto a rival Argos.
O poder militar de Esparta foi extremamente importante nas Guerras Médicas (contra os persas). Uniu-se a Atenas e outras cidades para impedir a invasão do inimigo comum. O exército espartano foi fundamental na defesa terrestre (Atenas fez a defesa marítima) durante as batalhas. Após as Guerras Médicas, a luta pela hegemonia no território grego colocou Atenas e Esparta em posições contrárias. De 431 a 404, ocorreu a Guerra do Peloponeso entre Atenas e Esparta, que foi vencida pelos espartanos.

Sociedade Espartana

Em Esparta a sociedade era estamental, ou seja, dividida em camadas sociais onde havia pouca mobilidade. A sociedade estava composta da seguinte forma:

Esparcíatas: eram os cidadãos de Esparta. Filhos de mães e pais espartanos, haviam recebido a educação espartana. Esta camada social era composta por políticos, integrantes do exército e ricos proprietários de terras. Só os esparcíatas tinham direitos políticos.

Periecos: eram pequenos comerciantes e artesãos. Moravam na periferia da cidade e não possuíam direitos políticos. Não recebiam educação, porém tinham que combater no exército, quando convocados. Eram obrigados a pagar impostos.

Hilotas: levavam uma vida miserável, pois eram obrigados a trabalhar quase de graça nas terras dos esparcíatas. Não tinham direitos políticos e eram alvos de humilhações e massacres. Chegaram a organizar várias revoltas sociais em Esparta, combatidas com extrema violência pelo exército.

Educação Espartana

O princípio da educação espartana era formar bons soldados para abastecer o exército da polis. Com sete anos de idade o menino esparcíata era enviado pelos pais ao exército. Começava a vida de preparação militar com muitos exercícios físicos e treinamento. Com 30 anos ele se tornava um oficial e ganhava os direitos políticos. A menina espartana também passava por treinamento militar e muita atividade física para ficar saudável e gerar filhos fortes para o exército.

Política Espartana

Reis: a cidade era governada por dois reis que possuíam funções militares e religiosas. Tinham vários privilégios.

Assembléia: constituída pelos cidadãos, que se reuniam na Apella (ao ar livre) uma vez por mês para tomar decisões políticas como, por exemplo, aprovação ou rejeição de leis.

Gerúsia: formada por vinte e oito gerontes (cidadãos com mais de 60 anos) e os dois reis. Elaboram as leis da cidade que eram votadas pela Assembléia.

Éforos: formado por cinco cidadãos, tinham diversos poderes administrativos, militares, judiciais e políticos. Atuavam na política como se fossem verdadeiros chefes de governo.

Religião Espartana

Assim como em outras cidades da Grécia Antiga, em Esparta a religião era politeísta (acreditavam em vários deuses). Arqueólogos encontraram diversos templos nas ruínas de Esparta. Atena (deusa da sabedoria) era a mais cultuada na cidade.
___________________________

Papa Bento XVI derrubado por mulher

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:

Papa Bento XVI derrubado por mulher.

Papa Bento XVI foi derrubado por uma mulher durante Missa do Galo dia 24/12/2009.
O vídeo mostra a mulher pulando a barreira de segurança e derrubando o Papa. Bizarro.

http://www.youtube.com/watch?v=3PHJL4vA1s4

medo @_@

12.27.2009

Retrospectiva 2009

 Janeiro:
1- Barack Obama toma posse na presidência norte-americana. O primeiro presidente negro daquele país.
janeiro
2- Kaká recusa oferta do inglês Manchester City, uma proposta acima de 100 milhões de libras. Astronômica!
3- Cientistas norte-americanos realizam o primeiro teletransporte de informação quântica entre dois átomos separados à distância de um metro.
Fevereiro:
1- Satélites da Rússia e dos Estados Unidos colidem no espaço, 800 km acima da Sibéria, no primeiro acidente do gênero na era espacial.
2- Referendo na Venezuela aprova, com 54% de apoio, emenda constitucional que permite a reeleição ilimitada de ocupantes de cargos políticos, incluindo o presidente do país, governadores e deputados.
fevereiro
3- Barack Obama assina plano de ajuda econômica governamental de 787 bilhões de dólares para combater os efeitos da maior crise financeira da década e recuperar a economia norte-americana e mundial.
Março:
1- AIG, maior seguradora dos Estados Unidos, anuncia prejuízo recorde de 61 bilhões de dólares causado pela crise financeira mundial de 2008, levando o índice Dow Jones ao seu mais baixo nível em dez anos e derrubando bolsas no mundo inteiro.
2- Tribunal Penal Internacional expede mandado de prisão contra o presidente do Sudão Omar al-Bashir, por genocídio e crimes contra a humanidade, tornando-o o primeiro chefe de Estado em exercício do cargo na história a ser alvo de um mandado internacional de captura.
3- Hora do Planeta, promovida pelo WWF, leva 88 cidades de 37 países do mundo a apagarem as luzes de seus principais marcos por uma hora, em protesto contra o aquecimento global.
marco
Abril:
1- G-20, reunido em Londres, anuncia a injeção de US$ 1 trilhão na economia mundial de maneira a combater a crise financeira global.
2- Sismo provoca mais de 290 mortes, mil feridos, 28 mil desalojados e danos consideráveis em L’Aquila e em toda a Itália Central.
3- Fundadores do The Pirate Bay, maior site de BitTorrent ilegal do mundo, condenados à prisão na Suécia por pirataria virtual e infração de direitos autorais após cinco anos de atividades.
4- UNESCO e Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos anunciam oficialmente o lançamento da Biblioteca Digital Mundial.
5- Adriano, o Imperador, afirma que está na hora de “dar um tempo”.
abril
Maio:
1- Surto de gripe suína, causada pelo vírus H1N1, contra o qual ainda não existe vacina, espalha-se pelo mundo a partir da América do Norte, causando mais de 50 mortes e 4881 casos confirmados de contaminação na Europa, Ásia, Oceania e América Latina.
maio
2- Fútbol Club Barcelona conquista a Liga dos Campeões da UEFA de 2008-09.
3- Falece Augusto Boal, dramaturgo brasileiro.
4- Coréia do Norte e seus “testes” nucleares.
Junho:
1- General Motors apresenta pedido de concordata por perdas causadas pela crise financeira de 2008, sendo encampada pelos governos dos Estados Unidos e Canadá.
2- Airbus A330 do voo Air France 447, entre o Rio de Janeiro e Paris, cai no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo, sendo pelo menos 58 brasileiros.
3- OEA revoga a suspensão de Cuba de seu quadro de integrantes, em vigor desde 1962.
4- Semana de protestos por suspeitas de fraude na eleição presidencial iraniana provoca incêndios, passeatas, atentados suicidas e censura aos meios de comunicação, além de 29 mortos, centenas de feridos, prisões e caos em Teerã.
5- Michael Jackson morre aos 50 anos, em Los Angeles.
junho
6- Farrah Fawcett morre aos 62 anos, em Santa Mônica, Califórnia.
7- Diploma para jornalista? Por que? Qualquer um pode escrever qualquer coisa que chamamos de jornalismo!
8- Brasil bate EUA de virada e é Campeão da Copa das Confederações.
retrospectiva 2009! retrospectiva 2009
Dessa vez contamos com uma novidade em relação à primeira parte da retrospectiva. A participação efetiva do leitor! Por mais que eu leia, pesquise e salve reportagens  tente, nunca conseguirei compilar todos os fatos ocorridos no segundo semestre, então, para não ficar com aquele gostinho de quero mais, se você achou que faltou alguma coisa na nossa retrospectiva e gostaria de acrescentar é só deixar um comentário. Se não for nada como “minha cachorra deu cria” ou algo do tipo, iremos acrescentar ao post e dar os devidos créditos a você!
Agosto
cielo
César Cielo conquista duas medalhas de ouro no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, estabelecendo novo recorde mundial nos 100 m livre e novo recorde do campeonato nos 50 m livre.
Usain Bolt estabelece novos recordes mundiais dos 100 m (9s58) e 200 m rasos (19s19) no Campeonato Mundial de Atletismo, em Berlim.
Rubens Barrichello conquista a 100ª vitória do Brasil na história do Campeonato Mundial de Fórmula 1.
Morre, aos 77 anos, o senador norte-americano Edward Kennedy.
Confirmadas 557 mortes devido à gripe H1N1 no Brasil, levando o país à liderança de casos fatais pela pandemia em todo o mundo.
PDJ de Yukio Hatoyama vence as eleições para a Casa dos Representantes do Japão, pondo fim a 54 anos de governo conservador no país.
Setembro
briatore_headshot
FIA aplica suspensão condicional de dois anos à Renault F1 Team e anuncia banimento perpétuo da Fórmula 1 do diretor da equipe Flavio Briatore após polêmica envolvendo o piloto brasileiro Nelsinho Piquet.
Irina Bokova, política e diplomata búlgara, é eleita para dirigir a UNESCO, sendo a primeira mulher a ocupar o cargo.
Outubro
rj
Rio de Janeiro é escolhida como cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016.
Nobel da Paz atribuído a Barack Obama, presidente dos Estados Unidos (ridiculo)
Jenson Button conquista o Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2009.
É assinado o acordo militar entre Colômbia e Estados Unidos, permitindo o uso de sete bases militares colombianas pelos Estados Unidos.
Novembro
blackout
Morre o ator Anselmo Duarte, aos 89 anos, em São Paulo.
Morre o antropólogo francês Claude Lévi-Strauss, aos 100 anos de idade.
República Checa ratifica o Tratado de Lisboa com a assinatura do presidente Václav Klaus, removendo o último obstáculo à sua entrada em vigor
Brasil e Paraguai sofrem blecaute devido a falha na rede de transmissão da Usina Hidrelétrica de Itaipu.
Escândalo de apostas coloca 200 jogos de futebol de nove países europeus sob suspeita de manipulação.
Morre a atriz Mara Manzan.
Dezembro
silvio-berlusconi1
Porfirio Lobo é eleito presidente de Honduras, primeira eleição após o golpe militar ocorrido no país.
José Mujica é eleito presidente do Uruguai.
Vasco é Campeão da série B e o Flamengo da série A. Fluminense escapa de ser rebaixado depois de ter sido apontado com 99% de chances de cair.
Morre Lombardi.
Cesar Cielo bate recorde mundial 50m livre.
Berlusconi é atacado em público. Vai para o hospital com nariz quebrado.
O que foi notícia pelo segundo semestre/outras notícias:
massa
Felipe Massa sofre acidente na F1.
Enchente no nordeste (na verdade foi notícia desde o primeiro semestre).
Crise no senado aumenta, “movimento” #forasarney no twitter ganha “força”… na verdade não foi força, foi popularidade.
Traficantes derrubam helicóptero no RJ.
Tiger Woods para com o Golf por tempo indeterminado, depois de escândalo.

Carnaval e História do Carnaval

Carnaval e História do Carnaval
Festas carnavalescas, carnaval, escolas de samba, história do carnaval, origens, escolas de
samba vencedoras dos últimos carnavais no Rio de Janeiro e em São Paulo, 

carnaval
Foto do Desfile de Escola de Samba no Rio de Janeiro

O que é 
O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior a quaresma e, portanto, tinha um significado ligado à liberdade. Este sentido permanece até os dias de hoje no Carnaval.

História do Carnaval 

O entrudo chegou ao Brasil por volta do século XVII e foi influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Em países como Itália e França, o carnaval ocorria em formas de desfiles urbanos, onde os carnavalescos usavam máscaras e fantasias. Personagens como a colombina, o pierrô e o Rei Momo também foram incorporados ao carnaval brasileiro, embora sejam de origem européia.
No Brasil, no final do século XIX, começam a aparecer os primeiros blocos carnavalescos, cordões e os famosos "corsos". Estes últimos, tornaram-se mais populares no começo dos séculos XX. As pessoas se fantasiavam, decoravam seus carros e, em grupos, desfilavam pelas ruas das cidades. Está ai a origem dos carros alegóricos, típicos das escolas de samba atuais.
No século XX, o carnaval foi crescendo e tornando-se cada vez mais uma festa popular. Esse crescimento ocorreu com a ajuda das marchinhas carnavalescas. As músicas deixavam o carnaval cada vez mais animado.
A primeira escola de samba surgiu no Rio de Janeiro e chamava-se Deixa Falar. Foi criada pelo sambista carioca chamado Ismael Silva. Anos mais tarde a Deixa Falar transformou-se na escola de samba Estácio de Sá. A partir dai o carnaval de rua começa a ganhar um novo formato. Começam a surgir novas escolas de samba no Rio de Janeiro e em São Paulo. Organizadas em Ligas de Escolas de Samba, começam os primeiros campeonatos para verificar qual escola de samba era mais bonita e animada.
Carnaval de Recife - Bonecos Gigantes Bonecos gigantes em Recife
O carnaval de rua manteve suas tradições originais na região Nordeste do Brasil. Em cidades como Recife e Olinda, as pessoas saem as ruas durante o carnaval no ritmo do frevo e do maracatu. 
Os desfiles de bonecos gigantes, em Recife, são uma das principais atrações desta cidade durante o carnaval.
Na cidade de Salvador, existem os trios elétricos, embalados por músicas dançantes de cantores e grupos típicos da região. Na cidade destacam-se também os blocos negros como o Olodum e o Ileyaê, além dos blocos de rua e do Afoxé Filhos de Gandhi.
Escolas de Samba Vencedoras nos Últimos Carnavais no Rio de Janeiro :
1998 - Mangueira
1999 - Imperatriz Leopoldinese
2000 - Imperatriz Leopoldinese
2001 - Imperatriz Leopoldinese
2002 - Mangueira
2003 - Beija-Flor
2004 - Beija Flor
2005 - Beija-Flor
2006 - Unidos de Vila Isabel
2007 - Beija-Flor
2008 - Beija-Flor
2009 - Acadêmicos do Salgueiro

Escolas de Samba Vencedoras nos Últimos Carnavais em São Paulo:
1998 - Vai-Vai
1999 - Vai-Vai, Gaviões da Fiel
2000 - Vai-Vai, X-9 Paulistana
2001 - Vai-Vai, Nenê de Vila Matilde
2002 - Gaviões da Fiel
2003 - Gaviões da Fiel
2004 - Mocidade Alegre
2005 - Império de Casa Verde
2006 - Império de Casa Verde
2007 - Mocidade Alegre
2008 - Vai-Vai
2009 - Mocidade Alegre

Carnaval de Salvador
Características, carnaval de rua, blocos, trios elétricos, afoxé, axé music

carnaval de Salvador
Carnaval de Salvador: uma das festas populares mais animadas do Brasil

Carnaval de Salvador 
O carnaval de Salvador é um dos mais tradicionais e animados do país. Uma multidão de foliões saem as ruas nos seis dias de festa, marcada por muita alegria. O carnaval ocorre nas ruas da cidade, ocupando uma área urbana de cerca de 25 quilômetros. É também uma grande manifestação popular e cultural, pois reúne uma grande diversidade de estilos, manifestações artísticas e ritmos musicais.
O carnaval de Salvador é organizado em três circuitos: Osmar (Avenida), Batatinha (região do centro histórico) e Dodô (Barra-Ondina). Há também o desfile dos blocos afros e afoxés. A animação conta também com a participação de blocos de trio, de samba, alternativos, de índios e infantis. A axé music também se faz presente e garante a animação em todos os dias da festa.
Afoxé
O afoxé é um folguedo típico do estado da Bahia. Dança-cortejo ligada ao candomblé, acontece geralmente na época do carnaval. Resgata os principais aspectos rítmicos, linguísticos e religiosos da cultura africana.
Blocos Afro
Grupo carnavalesco que resgata nas vestimentas, instrumentos musicais e sonoridade os principais aspectos da herança cultural africana. O Ilê Aiyê é um dos blocos afros mais populares de Salvador.
Trio Elétrico
Estrutura musical (sonorização, palco) montada em cima de grandes caminhões. Criação típica do carnaval baiano, anima a festa popular com a participação de músicos de axé. Os trios percorrem as ruas de Salvador arrastando com muita animação milhões de foliões. O trio elétrico mais popular do carnaval de Salvador é o Chiquete com Banana.
Axé music
Este gênero musical surgiu da união entre o afoxé, maracatu, forró e frevo. É um ritmo tipicamente baiano muito presente na época do Carnaval. O axé espalhou-se pelo Brasil com o sucesso musical de cantoras como Daniela Mercury, Ivete Sangalo e Cláudia Leitte.
Afoxé
O que é Afoxé, grupos, cantos, músicas e instrumentos musicais, cultura popular, folguedo, folclore, cultura afro-brasileira, carnaval

afoxé
Afoxé: exemplo de folguedo afro-brasileiro típico da Bahia

O que é 
O afoxé é um folguedo típico do estado da Bahia. Dança-cortejo ligada ao candomblé, acontece geralmente na época do carnaval.

Músicas, cantos e vestimentos 

Os integrantes dos grupos de afoxé se reúnem nos terreiros de candomblé e, após os rituais religiosos onde são evocados os orixás, saem pelas ruas cantando músicas em línguas africanas.

Vários instrumentos musicais de origem africana são usados para marcar o ritmo. Entre eles, podemos destacar os agogôs e atabaques.

Os Filhos de Gandhi 

Existem na Bahia vários grupos de afoxé, porém o mais popular é o Filhos de Gandhi. Os integrantes deste grupo costumam vestir roupas nas cores azul e branca e usar um turbante na cabeça.
História das Escolas de Samba
Origem das escolas de samba no Rio de Janeiro, primeiras escolas do carnaval carioca, a Deixa Falar

história das escolas de sambaOrigem e história das escolas de samba do Brasil 
A Deixa Falar foi a primeira escola e samba do Brasil. Ela foi fundada em 18 de agosto de 1928, na cidade do Rio de Janeiro, por Nilton Basto, Ismael Silva, Silvio Fernandes, Oswaldo Vasques, Edgar, Julinho, Aurélio, entre outros. As cores oficiais desta escola de samba eram o vermelho e branco e sua estréia no carnaval carioca ocorreu no ano seguinte a sua fundação.

O termo “escola de samba” foi usado, pois na rua Estácio, onde aconteciam os ensaios, havia uma Escola Normal. A escola de samba Deixa Falar funcionava ao lado desta Escola Normal.

A Deixa Falar fez muito sucesso entre os moradores da região. Ela acabou por estimular a criação, nos anos seguintes, de outras agremiações de samba. Surgiram assim, posteriormente, as seguintes escolas de samba: Cada Ano Sai Melhor, Estação Primeira (Mangueira), Vai como Pode (Portela), Vizinha Faladeira e Para o Ano sai Melhor.

Nestas primeiras décadas, as escolas de samba não possuíam toda estrutura e organização como nos dias de hoje. Eram organizadas de forma simples, com poucos integrantes e pequenos carros alegóricos. A competição entre elas não era o mais importante, mas sim a alegria e a diversão.

Seguidores

Follow by Email