4.30.2009

faça uma consulta ao baralho cigano gratis

faça uma consulta ao baralho cigano gratis.


clik no link abaixo e faça sua consulta


os misterios ciganos

Se os ciganos já exercem um fascínio sobre nós, essa magia se acentua ainda mais quando conhecemos realmente a sua história, suas tradições, o seu modo todo especial de viver. E é assim que nós vamos iniciar nossa viagem pela Alma Cigana.


A Natureza Companheira


Quando se trata de comportamento, os ciganos são muito rígidos. Mas, na forma de viver, a palavra ordem é ser livre, “Nossa liberdade é a natureza, nela não existem muralhas para tirar nossa visão do campo aberto, podemos ter contato com o solo, respirar o verde, sentir a brisa do vento, receber a força dos raios solares, contemplar a Lua, o brilho das estrelas e tudo o mais que ela possa nos oferecer,” diz Jordana Aristicth, no livro Ciganos – Verdade Sobre Nossas Tradições.


A teoria mais aceita é a de que os ciganos são originários da Índia, mas Jordana Aristich sugere que eles podem ser ainda mais antigos que os indianos. Esse povo se espalhou pelo Ocidente a partir do século XV, e os primeiros representantes teriam chegado ao Brasil no século seguinte.

As perseguições portuguesas aos ciganos teriam sido uma das causas da vinda de alguns grupos para o Brasil. Um decreto de 1685 mudava as penas de exílio de ciganos da África para o Brasil. O exílio, na verdade, era remas nas galés, que eram grandes barcos movidos pela força dos escravos. Já as mulheres foram mandadas direto para o Brasil.


Outros ciganos, pertencentes ao grupo Kalon, chegaram aqui em 1574, na época de D. Carlos V. Os ciganos kalons acompanharam os exércitos mouros que invadiram e dominaram Portugal por quase quatrocentos anos e permaneceram lá após o término desse domínio. A estimativa é de que existam hoje no Brasil um milhão de ciganos. Em vários momentos, lês foram perseguidos. Considerados feiticeiros, muitos também foram condenados e mortos durante a inquisição. Durante a Segunda Guerra Mundial, cerca de 500 mil deles teriam sido assassinados.


Castigo Ou Perdão?


Uma das características mais marcantes da cultura cigana é o nomadismo, ou seja, não ter lugar fixo para morar. Apesar disso, alguns descendentes já estão se fixando em alguns lugares. Mas a maioria prefere viver viajando pelo mundo .


E quando se trata desse assunto, viver pelo mundo, o mesmo clima de mistério e misticismo envolve a questão. Várias são as lendas contadas, e a mais conhecida diz que por terem roubado um dos quatro pregos da cruz, antes da crucificação de Jesus, os ciganos foram condenados a uma peregrinação com a duração de sete séculos.


Outra versão é a de que o nomadismo se explica por terem sido os ciganos os responsáveis pela fabricação dos pregos com que Jesus foi pregado na cruz. E existem ainda aqueles que acreditam terem sido eles que aconselharam Judas a vender Cristo.


Mas nem tudo é castigo. Uma outra lenda diz que um cigano tirou o quarto prego do pé de Jesus que, assim, o teria perdoado, bem como os seus descendentes, de todos os pecados. Na filosofia de vida cigana, a Terra é a Nação desse povo, o teto é o Céu e a religião é a Liberdade.


Como forma de manter seu povo unido, além do idioma, o ROMANI, os ciganos têm as suas próprias “leis”. Eles devem casar entre si. Até os casamentos entre parentes são aceitos (desde que não seja de sangue). Mas nesta questão, as mulheres são discriminadas. Elas só podem se casar com ciganos, enquanto que os homens podem escolher suas companheiras fora do seu povo.


A mulher é considerada o alicerce da família e sua responsabilidade aumenta mais quando tem um filho. Não ser mãe é um pecado quase que mortal para a mulher cigana. Criada para educar os filhos e cuidar do marido, ela também deve se casar virgem.


Outra “lei” curiosa que se refere às mulheres é que elas podem descobrir os seios no meio das pessoas, mas jamais mostrar as pernas. Por isso, as saias são longas. A mulher cigana precisa estar sempre energizada, então anda descalça para ter maior contato com a terra e, assim, fortalecer o seu corpo.


Casamento E Noivado

Para os ciganos, os acontecimentos mais importantes são o nascimento, o casamento e a morte. Mas os rituais que envolvem o noivado e o casamento são um capítulo à parte. O mais curioso é que a noiva é vendida ao pai do noivo. Depois de acertado o acordo, os noivos trocam objetos, que podem ser um punhal ou uma moeda de ouro, que serão guardados até o dia do casamento.


A noiva envolve o seu presente num lenço de seda vermelho, que alguns dias antes da cerimônia do noivado fica amarrado a uma garrafa de vinho. A família do rapaz é responsável pelo pagamento da noiva, de um vestido branco e outro vermelho para o ritual do casamento, do enxoval e de toda festa. Durante a comemoração, a família da noiva não tem obrigação de ajudar, nem de servir a mesa. E no período, os dois têm que se evitar, só se comunicando por recados enviados por amigos ou parentes.


A festa de noivado dura de dois a seis dias. As mulheres usam os seus melhores vestidos e jóias. A noiva se veste de branco, e o ponto alto da festa é o ritual dos punhais que é feito com um corte no pulso dos dois. Nesse instante, os pulsos são unidos, simbolizando a união numa só vida. Em seguida, os pulsos dos noivos são amarados por um lenço vermelho, que é guardado junto com os punhais e substituem as alianças.


Já no casamento são usados os mesmos símbolos do noivado: os dois punhais, o lenço vermelho, vinho, pão, sal e uma taça de cristal. O vinho é para garantir a alegria permanente do casal, o pão e o sal representam a união, a taça de cristal é para que a harmonia se mantenha presente e o punhal serve para a comunhão do sangue.


Nascimento E Morte


O nascimento de uma criança é importante porque aumenta a família e, quanto maior for o clã, mais importância tem dentro da comunidade. Um casal sem filhos está com rumo certo à separação, pois um casamento só se consolida com o nascimento de uma criança. A mulher sempre é responsabilizada quando o casal não tem filhos.


Para os ciganos, a morte também é um acontecimento marcante. Eles acreditam que a pessoa continua rodeando e amparando os que deixaram no mundo dos vivos. Também acreditam que uma pessoa não pode morrer com ódio no coração, senão vagará sem destino pelo universo. Segundo as tradições desse povo, a mesma impureza que a criança traz ao nascer e desaparece no batismo, é encontrada na pessoa que morre. Por isso, todos os pertences do morto devem ir junto com ele.


Quanto mais velho o cigano, mais respeito ele tem junto ao seu povo. Eles atuam como consultores e magistrados nos tribunais ciganos. São sempre procurados para resolver questões e situações difíceis, sendo seus conselhos acatados pela comunidade e respeitados como lei. Os idosos devem sempre ter lugar de destaque nas festas, e os mais jovens precisam sempre beijar-lhes as mãos em sinal de respeito.


O Dom Da Vidência



Os ciganos acreditam que Deus os colocou no mundo para praticar o dom da adivinhação com a finalidade de ajudar seus semelhantes. Mas são as ciganas que mais exercem esse privilégio. Aos sete anos, elas aprendem a ler a sorte e depois de mais de sete anos seguidos, elas saem às ruas para atender as pessoas.


Além da Quiromancia (leitura das mãos), as ciganas podem exercitar a vidência através de vários objetos como pedras, moedas, borra de café, copo d’água, bola de cristal, jogos de carta e Tarô. As ciganas transmitem energia pelo olhar e recebem a mensagem das pessoas pelo olho místico, que se encontra localizado no meio da testa e na palma da mão. Esse dom da adivinhação não é usado somente para prever o futuro, como também para detectar algum problema de saúde. Para manter esse dom, a mulher cigana não deve nunca cortas os cabelos porque,ao faze-lo, terá sua força energética diminuída.


A Natureza Dá Força


Os ciganos preservam e usam muito os quatro elementos fundamentais da natureza – Terra, Fogo, Água e Ar – nos seus rituais. Para eles, o Fogo é muito importante, porque queima a negatividade e ilumina a positividade. Um objeto que concentra os quatro elementos e que é muito usado por este povo é a vela. A Água e a Terra são representadas pela cera e o pavio. O Fogo é a chama e o Ar (oxigênio) a mantém viva (acesa).

Estas são as lendas, mistérios e magias da vida desse povo fascinante. E nas próximas paginas você vai conhecer um pouco de tudo: magias, Quiromancia, Baralho Cigano e muitos outros assuntos que fazem dos ciganos o povo mais místico da Terra.







COISAS DA INDIA



  • É de extrema má educação dizer obrigada às pessoas conhecidas (mas levam a mal mesmo!)




  • O arroto quando mais alto e ressonante, mellhor, a qualquer hora do dia e em qualquer local;




  • As prostitutas têm horário de trabalho: das 19h às 21h;4º Os polícias de trânsito têm uns paus quase do tamanho deles, que usam para bater nos carros e riquexós quando estes não se mexem;


Curiosidades…. alguns indianos não comem carne, portanto os seus bichinhos de estimação também não podem ingerir tal alimento.


voce sabia que indianos bebe xixi de vaca quando si sentem impuros? pois é como a vaca é considerada na india um animal sagrado eles bebem seu xixi para purificar a alma.


4.29.2009

Como se livrar de um homem que não larga do seu pé?


Poucas coisas no mundo são mais chatas que conviver com um homem que não larga do seu pé - quando você não quer nada com ele, é claro. » Ligações, e-mails, presentes, declarações de amor: a insistência sem limites pode ser incômoda, inconveniente e até, como é comum, atrapalhar um relacionamento existente ou acabar com a chance de conquista de alguém por quem você realmente se interessa. O problema é que a maioria das mulheres costuma agir de maneira errada nesses casos: mente, finge que não está, tenta evitar contato, desaparece. Assim faz a advogada Gabriela Vellasco, 27 anos: "Não atendo o celular, não respondo e-mail e mando dizer que não estou. Até ele se cansar". Como se livrar?Fazer-se de desentendida pode ser pior. "Se a mulher falar com o homem com muitos rodeios, ele pode entender que ela não sabe o que quer, que está indecisa", diz a psicóloga Silvana Martani. E, como consequência, continuar investindo. De acordo com ela, o melhor é ser direta: diga que não está querendo se envolver, que não está interessada nele, que prefere manter a amizade. "Não adianta querer fugir ou tentar ser agradável demais. É preciso ser honesta, categórica e sincera", defende Silvana. Por exemplo, se ele lhe traz mil presentes, e isso te incomoda, lembre que não é preciso aceitar. Silvana dá a dica: "Você pode dizer que entende a gentileza mas se sente constrangida com as lembrancinhas". Os inconvenientesSe a primeira conversa não adiantar e o sujeito em questão continuar indo atrás, invadindo festas de amigos seus ou vasculhando sua vida pessoal, um novo diálogo - este mais contundente -pode resolver. Novamente sem rodeios, pergunte o que ele espera de você. "Diga: 'Que tipo de sentimento você espera que eu manifeste por você? Por que se continuar agindo assim, não serão sentimentos bons'", conclui Silvana.

VAMPIROS EXISTEM SIM . saiba se voce esta sendo vampirizado !!



VAMPIROS ENERGÉTICOS -

A PRAGA DO SÉCULO XXI

Vampiros existem e suas legiões são enormes.Há vampiros de toda forma: astrais e encarnados.Mas aqui vamos falar dos encarnados que servem de canal e pasto para os do astral.Um vampiro é um desalmado, isto é, os recursos de sua alma são quase que nulos, sendo assim, conscientes ou inconscientes, são como sanguessugas da energia vital, na maioria canais de abastecimento para vampiros astrais, principalmente larvas astrais.Para detectar um vampiro energético basta estar com os sentidos atentos. Ele se aproxima da sua vitima manhosamente de maneira cordial e adulatória, passado alguns minutos a vítima sente-se fraca exaurida em suas energias vitais.O vampiro sente-se novamente energizado, com as baterias recarregadas para esbanjar e servir o banquete aos vampiros e larvas astrais.Quando o vampiro percebe que sua vitima não cai ou tem um mecanismo de defesa próprio, então parte para a agressão verbal e gestual, afim de romper tal mecanismo de defesa com o intuito de obter uma carga rápida de energia vital. A vítima desatenta, após, sente-se exaurir e entra em colapso nervoso. Depois que se recompõe fica sem entender porque motivo foi agredida.O único motivo foi à fome selvagem do vampiro.Este tipo de vampirismo energético é muito comum. Mas há vários tipos.Mais interessante ainda são os vampiros cuja força necessária ao desenvolvimento de sua personalidade não é o bastante para a finalidade almejada. Assiste-se, então, à utilização de toda sorte de expedientes sob a forma do que se denomina super compensação, isto é, uma forma exagerada de certas propriedades e aptidões destinadas a enganar os que o cercam relativamente ao seu valor e a servir de protetor à sua fraqueza psíquica.São as simulações dos medíocres, incapazes e deficientes mentais, recurso astucioso e suplementar de defesa ou "talento" dos impotentes para não sucumbir na luta de competição.O intuito principal é sempre de ordem utilitária, tirar proveito, encontrar um ponto vulnerável de quem deseja tirar vantagem.Este ponto é a piedade, empanada pelo sentimentalismo ingênuo, pela credulidade, pelo sentimento de filantropia ou de solidariedade social. Neste sentido simulam miséria, invalidez, perturbações físicas, psíquicas ou mentais. Existem, ao contrário, os que "simulam saúde" para serem admitidos ou conservados em empregos e para não perderem prestígio em situações compensadoras.Todos os tipos de vampiros utilizam a simulação para vencer a própria impotência. Alguns têm inteligência e conseguem enganar. A maioria, porém, põe à mostra a manobra astuciosa.Os vampiros de "talento" são sempre insatisfeitos, não podem suportar a própria impotência em todos os sentidos e tudo fazem para ser algo entre os que o são de fato.Em grau menos pronunciado, verifica-se o vampirismo das mulheres que tiranizam seus maridos com crises de lágrimas; os vampiros, os jeremiadas de preguiçosos que "chora miséria" para obter as graças altruísticas dos simplórios caritativos; as explosões de cólera de vampiros, crianças e adolescentes que por esse meio governam os pais; os vampiros excessivamente inflacionados que acham que a sociedade foi feita única e exclusivamente para servi-lo como escravos, os vampiros buracos negros, são os mais desalmados, que sugam tudo o que podem, ou melhor, roubam, pois são tão débeis em todos os sentidos que acham que tudo que foi criado pelo trabalho individual e coletivo, em todos os sentidos está aí para ser roubado por qualquer meio dissimulado.Todo vampiro é um autoexcluido do sistema universal das trocas justas. Portanto tem que tomar pela força ou pela dissimulação sutil os objetos de seus desejos, inclusive a energia vital alheia (o sangue) para se manter vivo.O vampiro é o produto das aberrações humanas, é um ser doente, bizarro, desalmado, extremamente anti-social, individualmente e coletivamente.O negro de sua capa representa a sua capacidade de dissimulação para ocultar o vermelho sombrio de seus ressentimentos infinitamente odientos.Suas vítimas são pessoas inocentes, tolas, incultas em relação as ciências psíquicas, mal preparadas e fracas que dão o "pescoço" para serem sugadas e por contaminação e influenciação tornarem-se tambem vampiros.A mitologia vampiresca é denúncia velada de grave doença psico-social.Assim, só não percebe vampiros quem não quer, ou não tem olhos de ver...Há mais coisas ocultas do que se possa imaginar.Karan11/09/2004Todos os direitos reservados aStratus Scorpion

4.28.2009

VOCE TEM UMA ALMA GêMEA?




Você tem uma alma gêmea?

:: Osvaldo Shimoda

:: O termo Alma Gêmea geralmente é usado para designar o conceito de que em algum lugar há uma alma gêmea com a sua, destinada a permanecer a seu lado.O termo pode parecer muito romântico, próprio dos contos de fadas, mas na minha experiência clínica, nos relatos de meus pacientes ao passarem pela TRE. (Terapia Regressiva Evolutiva – abordagem psicológica e espiritual breve, canalizada por mim pelos Espíritos Superiores do Astral), realmente se revela o fato que essa alma especial existe. Em verdade, alma gêmea é a pessoa com a qual você se relacionou em várias encarnações. Com ela experimentou sentimentos profundos como o amor e a amizade, além de aprendizagem e evolução mútuas.Laços fortes e profundos uniram suas almas, pois estiveram juntos nos melhores e nos piores momentos de suas existências, compartilhando alegrias, tristezas, lágrimas e sorrisos, falhas e acertos. Desta forma, a cada nova experiência numa encarnação os laços se fortaleceram.Você e sua alma gêmea, freqüentemente vieram juntas em várias encarnações não só como cônjuges, mas também em outros papéis sociais (pai e filho, irmãos, amigos, etc.).Por conta desse laço forte e profundo que os une, é comum no primeiro encontro ambos se reconhecerem mutuamente, sentirem uma afinidade e emoções profundas, inexplicáveis aos olhos da mente racional do ego, pois o reconhecimento se dá em nível de alma dos dois.O reconhecimento de sua alma gêmea pode acontecer de várias formas, mas, pelos relatos de meus pacientes, é comum pela TRE, recordarem emocionados as várias existências passadas em que estiveram juntos.É comum também nessa terapia (através de seu mentor espiritual - entidade espiritual diretamente responsável pela nossa evolução espiritual) ser revelado onde se encontra a sua alma gêmea, que pode estar encarnada ou desencarnada no plano espiritual (é importante ressaltar aqui, que o mentor espiritual só revela algo do passado ou do futuro, se isso for realmente ajudar o paciente). A seguir, veja o caso de uma paciente que veio ao meu consultório querendo saber o motivo de seus relacionamentos amorosos não serem duradouros; os homens se desinteressavam e acabavam terminando o namoro. Descobriu, pelo seu mentor espiritual, que seu insucesso amoroso se explicava pelo fato de ainda não ter encontrado a sua alma gêmea.Caso Clínico:Por que os homens se desinteressam por mim?Mulher de 32 anos, solteira.Veio ao meu consultório querendo entender a razão de não conseguir se fixar com um homem e constituir uma família. Seus relacionamentos amorosos (teve 11 envolvimentos) começavam bem, duravam alguns meses e terminavam, pois os homens se desinteressavam por ela.Quase todos alegavam, no término do namoro, que a paciente era maravilhosa, perfeita ou perfeita demais para eles.Desta forma, sempre saía desses relacionamentos triste, frustrada, sem entender realmente o por quê desse desinteresse, já que todos não apresentavam uma queixa específica que os levasse a não querer se relacionar mais com ela.Chegou a passar por uma psicoterapia convencional durante um ano para identificar o que a levava a não ter êxito nos relacionamentos amorosos, mas não encontrou nada que justificasse as sucessivas decepções amorosas.Ao regredir me relatou:Vejo um homem idoso, com barba e cabelos compridos, grisalhos; usa um camisolão claro.Ele está aqui no consultório (paciente está deitada no divã) e segura a minha mão esquerda carinhosamente.- Pede para ele se identificar - peço à paciente.Ele fala que é o meu mentor espiritual, pede para ficar tranqüila, me passa muita calma (pausa).Agora estou vendo uma casa pequena (cena de uma vida passada). Vejo-a de frente, tem uma janela aberta, e ao redor vejo grama, árvores em volta.Olho o interior da casa por fora, pela janela. Tem uma mulher cozinhando...Ela é morena, cabelos presos, escuro, usa uma saia e blusa.- Quem é essa mulher? - Pergunto à paciente.Veio na minha mente a minha mãe da vida atual (paciente a identificou intuitivamente, em pensamento).Fisicamente tem a mesma aparência de hoje, só que está mais nova.Ela me dá comida, sou criança, loirinha, uso um vestidinho branco, de alçinha, devo ter uns quatro anos. Sou também a filha dela nessa vida passada.- Avance mais para frente nessa cena alguns anos – peço à paciente.Estou agora com 15 anos, uso um vestido florido, vermelho e branco. Meus cabelos estão mais escuros, compridos.Minha mãe está doente, deitada na cama, cuido dela. Nessa casa moramos só eu e ela, não tenho pai.- Avance mais para frente nessa cena - peço à paciente novamente.Vejo agora um rapaz morando na mesma casa, é o meu marido. Ele é moreno, magro, usa uma calça e camisa de manga curta.Ele me ajuda a cuidar de minha mãe.- Avance novamente para mais alguns anos depois dessa cena - peço à paciente.Agora tenho um filho e estou grávida.Ele é moreninho, cabelo bem escuro, usa um shortinho, está descalço e deve ter uns dois anos. Minha mãe não está mais entre nós, ela faleceu.O meu filho brinca com o meu marido – eu estou sentada costurando.- Avance novamente mais anos depois nessa cena - peço-lhe.“Agora tenho também uma menina, mas estou sozinha com as duas crianças esperando o meu marido. Ele foi viajar.Estamos sentados à mesa jantando e eles me perguntam quando o pai vai voltar. Falo que não sei... Eu choro, sinto desespero, medo, insegurança, porque ele demora em voltar (pausa).Os anos passaram, meu filho mais velho casou. Ele vem me visitar com sua esposa.Eu moro na mesma casa com a minha filha. O meu marido não voltou da viagem. Devo estar agora com 50 anos, estou triste, a minha filha tem um namorado, mas não quer casar para não me deixar sozinha. Não quero atrapalhar a vida dela, me sinto infeliz e triste pelo meu marido não ter voltado. (Pausa).Agora tem uma festa, é Natal, a minha filha também se casou e tem filhos. Não sou feliz sem o meu marido.Moro sozinha, fico deitada na cama, choro bastante sem saber o que aconteceu com ele”.- Vá para o momento de sua morte - peço à paciente.“Vou dormir e não acordo mais...Eu me sinto tranqüila, aliviada.De cima, em espírito, vejo o meu corpo deitado na cama. O meu mentor espiritual está comigo (é comum nos relatos de meus pacientes o mentor estar presente no momento da morte para levá-los ao plano espiritual de luz - astral superior).Ele pede para olhar pela última vez os meus filhos. Eles estão tristes com a minha morte, falam que a culpa é do pai que me abandonou. Comentam que depois disso, deixei de ser feliz (pausa).Após a minha morte, me vejo em espírito vestindo um camisolão rosa claro.Para minha surpresa, vejo o meu marido. Ele também está em espírito, usa uma roupa comum, mas de cor branca. Ele está jovem, com a mesma aparência de quando me deixou.Fala que morreu picado por uma cobra e que nunca acharam o seu corpo. Explica que nunca me abandonou, sempre esteve junto de mim, em espírito. Pede desculpas.Falo que não tem o que desculpar (paciente chora).O meu marido diz que a gente vai se encontrar novamente, e que desta vez vamos ficar juntos até a velhice.Em tom de desabafo, falo que agora estou tranqüila, pois achava que ele tinha me abandonado. Eu vivia angustiada, me sentia rejeitada, não queria mais saber de mim e dos meus filhos. Não sabia que ele tinha morrido (pausa).Agora ele me diz que precisa ir. Está indo... Tem uma pessoa que o leva segurando-o pelo braço.O meu mentor me acalma dizendo que a gente ainda vai se reencontrar novamente na vida atual. Pede para ter paciência, diz que a gente vai ter duas meninas (serão os mesmos filhos dessa vida passada). Diz ainda que numa vida anterior a essa vida estivemos juntos também, mas com os papéis invertidos (eu era o marido e ele a minha esposa). Explica que eu morrera subitamente.Estava trabalhando na lavoura, passei mal - tive um infarto. Foi a minha esposa que me encontrou caído numa plantação. Fala que em espírito estava sempre junto dela, tentando orientá-la, pois era o único que trabalhava, e que deixei muitas dívidas para ela pagar. Diz que eu ficava falando (intuindo) para ela vender a casa e pagar as dívidas.Tínhamos uma filha. Eu me sentia culpado por ter deixado as duas desamparadas financeiramente, até que, por fim, ela decidiu vender a casa. As duas mudaram para uma cidade perto da escola onde a minha filha passou a lecionar, e a minha esposa começou a trabalhar com costura. Agora, percebendo-as bem, é que decidi ir embora, deixá-las.O meu mentor reafirma que desta vez, na vida atual, vamos ficar juntos até o final, e que nenhum dos dois irá se sentir abandonado pelo outro. Revela que o meu marido (ou esposa) daquelas vidas passadas, está encarnado na vida atual, passando pela mesma dificuldade amorosa (seus relacionamentos amorosos também não dão certo). Diz que os nossos relacionamentos amorosos não tem prosseguimento porque vamos nos reencontrar, e que quando isso acontecer, as nossas missões irão se completar.Fala que quando a gente se reencontrar, um irá identificar o outro”.- Pergunte ao seu mentor espiritual o que é necessário para vocês se reencontrarem na vida atual -- peço à paciente.“Ele me pede calma, tranqüilidade, diz que esse reencontro vai ser natural, ou seja, o encontro irá ocorrer no momento certo, quando as coisas irão se encaixar. Explica que para a gente se reencontrar é necessário antes conquistarmos a nossa independência, ficarmos sozinhos, sem um depender do outro, pois nas existências passadas quando um teve que ficar sozinho houve muito sofrimento. Por isso, na vida atual, ambos precisávamos aprender a viver sozinhos, sem usar o outro como muleta para viver.Esclarece ainda, que o insucesso amoroso que tivemos que passar na vida atual fortaleceu a certeza de que o outro não é uma necessidade imprescindível para viver. Reafirma, portanto, que viemos para ficarmos juntos - sem um escorar-se no outro como ocorreu no passado, mas somente pelo prazer de estar juntos.Diz que, desta vez, ambos aprendemos a ficar sozinhos, mas que o meu marido tem receio de se relacionar novamente por conta dos insucessos que passou. Desta forma, como está bem sozinho, ele tem dúvidas em se envolver novamente.Mas me acalma dizendo que quando a gente se reencontrar, com a convivência, sua resistência irá desaparecer. Pede mais uma vez para ter calma, que não vai demorar esse reencontro. Ele fala que está feliz porque estou cumprindo o meu propósito de vida (conquistar a minha autonomia) na encarnação atual. Pede para ter fé, confiança, acreditar no que foi revelado, e que esteve sempre ao meu lado para me orientar, principalmente nos momentos mais difíceis desta existência.O meu mentor afirma que foi ele que me intuiu a procurar o senhor (referindo-se a mim como terapeuta) para que pudesse se comunicar de forma mais efetiva comigo (é importante esclarecer que nessa terapia, o meu papel enquanto terapeuta é abrir o canal de comunicação para que o mentor do paciente possa orientá-lo melhor).Diz que o nome dele é Daniel, e que tudo que eu precisava saber me foi mostrado e respondido por ele nessa terapia. Agradece ao senhor pelo trabalho desenvolvido, e agradece também pela minha entrega em escutar o que ele tinha a dizer”.








4.27.2009

o que é cabala ?

Cabalá: aquilo que é recebido. Aquilo que não pode ser conhecido apenas através da ciência ou da busca intelectual. Um conhecimento interior que tem sido passado de sábio para aluno desde o despertar dos tempos. Uma disciplina que desperta a consciência sobre a essência das coisas.

Entramos neste mundo e nossos sentidos encontram sua crosta externa. Tocamos a terra com nossos pés, a água e o vento atingem nossa pele, recuamos perante o calor do fogo. Escutamos os sons e ritmos. Vemos formas e cores. Logo começamos a medir, a pesar e a descrever com precisão. Como cientistas, registramos o comportamento dos compostos químicos, das plantas, animais e seres humanos. Nós os gravamos em video-tape, observamos sob o microscópio, criamos modelos matemáticos, enchemos um supercomputador com dados a seu respeito. De nossas observações, aprendemos a domar nosso ambiente com invenções e engenhocas, e então nos damos um tapinha nas costas e dizemos: "Isso mesmo, conseguimos."

Mas nós mesmos, nossa consciência, que está examinando este mundo, residimos em uma camada mais profunda. Eis por que não podemos deixar de perguntar: "E sobre a coisa em si mesma? Aquilo que está lá antes que a medíssemos? O que é matéria, energia, tempo, espaço - e como vieram a ser?

Para explicar nosso mundo sem examinar esta profundeza interior é tão superficial quanto explicar o trabalho de um computador descrevendo as imagens vistas no monitor. Se virmos uma bola movendo-se para cima e para baixo na tela, diríamos que está ricocheteando contra o fundo da tela? Os dispositivos na sua barra de rolagem exercem alguma força sobre a página dentro da tela? A barra do menu tem realmente os menus ocultos atrás dela?

O autor de um software de uso facilitado seguiu regras consistentes para que você possa trabalhar confortavelmente dentro dele. Se for um jogo de alguma complexidade, ele precisou determinar e seguir um grande conjunto de regras. Mas uma descrição destas regras não é uma explicação válida de como isso funciona. Para isso, precisamos ler seu código, examinar o equipamento, e, mais importante - examinar a descrição de seu conceito original. Precisamos vê-lo da maneira que o autor o vê, como evolui passo a passo de um conceito em sua mente através do código que ele escreve, até os pontinhos fosforescentes minúsculos na tela.

O código por trás da realidade, o conceito que instila vida às equações e as torna reais. Homens e mulheres sacrificaram seu alimento, seu conforto, viajaram grandes distâncias e pagaram com sua própria vida para chegar a conhecer estas coisas. Não há uma só cultura neste mundo que não tenha seus ensinamentos para descrevê-las. Nos ensinamentos judaicos, elas são descritas na Cabalá.

Segundo a tradição, as verdades da Cabalá foram conhecidas por Adam (Adão). Aquilo que sua mente apreendeu, nenhuma outra mente pode conceber. Mesmo assim ele foi capaz de transmitir um vislumbre de seu conhecimento a algumas das grandes almas que dele descenderam, como Hanoch e Metushelach. Foram eles os grandes mestres que ensinaram Nôach (Noé), que por sua vez ensinou seus próprios alunos, incluindo Avraham (Abraão). Avraham estudou na academia do filho de Nôach, Shem, e enviou seu filho Yitschac para lá estudar, depois dele. Yitschac por sua vez mandou seu filho Yaacov estudar com Shem e com o bisneto de Shem, Ever.

Adam, Nôach, Avraham - estes foram pais de toda a humanidade. Eis por que você encontrará alusões às verdades que eles ensinaram seja onde for que tenha chegado a cultura humana.

Mesmo assim, a fonte essencial para a Cabalá não é Adam ou Nôach ou mesmo Avraham. É o evento no Monte Sinai, onde a essência primordial do cosmos foi desnudada para que uma nação inteira a contemplasse. Foi uma experiência que deixou uma marca indelével sobre a psique judaica, moldando por completo nossas idéias e nosso comportamento desde então.

No Sinai, a sabedoria interior tornou-se não mais uma questão de intuição ou revelação particular. Era então um fato que havia penetrado em nosso mundo e se tornado parte da história e da experiência dos mortais comuns.

Eis por que a Cabalá não pode ser chamada de filosofia. Uma filosofia é o produto de mentes humanas, algo com que qualquer outra mente humana pode jogar, espremê-la ou esticá-la segundo os ditames de seu próprio intelecto e intuição. Mas Cabalá significa: "que é recebida." Recebida não apenas de um professor, mas do Sinai. Assim que o aluno tenha dominado o caminho deste conhecimento recebido, ele ou ela pode encontrar maneiras de expandi-lo ainda mais, como uma árvore se ramifica a partir de seu tronco. Mas será sempre um crescimento orgânico, jamais tocando a vida e a forma essenciais daquele conhecimento. Os ramos, galhos e folhas irão apenas onde deveriam para aquela árvore em particular - um bordo jamais se tornará um carvalho, e jamais um aluno revelará um segredo que não estivesse oculto nas palavras de seu mestre.

4.26.2009

compre apostila faça voce mesmo suas velas.

ADQUIRA a apostila
para aprender a fazer suas próprias velas.
CONTATO
ou
(031)87490598
(031)33762803

os cuidados com as velas


Tenha sempre absoluta consciência das forças que deseja despertar. Se despertar o amor, amizade, a sabedoria e a boa sorte, não há motivos para se preocupar. Isso nos leva aos pequenos e simples cuidados que todos os ocultistas devem ter ao lidar com velas.


1. Antes de tudo, tenha certeza do que quer. Formule seu desejo para as forças ocultas e para você mesmo de maneira consciente e nunca de maneira leviana ou confusa.


2. Evite acender uma vela que já tenha sido usada. Velas que já foram acesas não devem ser reaproveitadas. (isso vale para velas de aniversário também). No caso de velas usadas para iluminação da casa, não a mude de aposento, pois ela já possui a vibração do lugar onde foi acesa.


3. Caso tenham ocorrido situações tensas no aposento em que uma vela estava acesa, como brigas, inveja, raiva, repressão e ciúmes, livre-se imediatamente da vela, pois ela se carregou das energias negativas.


4. Se você não for um iniciado nas ciências ocultas, evite sair e deixar uma vela acesa, mesmo que seja num altar. Além do risco evidente de incêndio, você corre o risco de a vela atrair sem querer seres em busca de auxílio que podem trazer vibrações estranhas para sua casa.


5. Se você não é iniciado, não é aconselhável acender velas dentro de sua casa para pessoas que não estão mais nesse plano (desencarnados).


6. Evite que toquem em suas velas. Elas devem estar impregnadas das suas vibrações. Os monges do Tibet costumam magnetizar as velas antes de acendê-las com a imposição de mãos e mantras para que ela fique integrada a sua intenção. Você pode fazer o mesmo, utilizando óleo e orações ou cânticos.


7. Procure, sempre que possível, adquirir mais conhecimentos sobre as cores, formas e essências das velas, fazendo com que estes elementos trabalhem ao seu favor de acordo com suas intenções.

as velas,e os dias da semana .

As Velas, os Dias da Semana e os Planetas


Os dias da semana são regidos por determinadas forças e entidades que dão poder às velas confeccionadas ou utilizadas sob sua regência.Domingo:Dia do Sol, propício para nos dar vitalidade e energia, vigor e alegria em viver. O domingo é o dia ideal para rituais de prosperidade e fama, quando desejamos reconhecimento pelos nossos esforços no trabalho ou nas artes.

Segunda-feira:Dia regido pelos mistérios da Lua, essencialmente feminino. Este dia propicia a conexão com o oculto, com os mistérios e com o lado mais sutil das coisas. Bom para rituais e exercícios de vidência e espiritualidade, para vermos o que está oculto.

Terça-feiraDia de Marte, é ideal para magias que nos dão força e vontade para vencer os obstáculos. Ligado à cor vermelha. Os regentes deste dia podem ajudar em batalhas e lutas que precisamos travar.

Quarta-feiraMercúrio rege este dia, dando mente ativa e serena para planejamentos e projetos. A criação de um plano de apoio para alcançar nossas metas é muito importante e por isso este dia é ótimo para concentração de todos aqueles que se sentem perdidos ou confusos quanto a sua vocação ou simplesmente não conseguem resolver um problema mais complexo.

Quinta-feiraDia de Netuno, ideal para expansão e para início de empreendimentos.

Sexta-feira:Dia regido por Vênus, é muito bom para rituais de amor, amizade e beleza. Quando falamos de rituais de amor, é bom lembrarmos que muitas vezes um ritual de amor é necessário para que despertemos o amor por nos mesmos. Muitas pessoas precisam aprender a se amar antes de serem amadas por outras pessoas e as velas são um ótimo canal para essa descoberta.

SábadoDia regido por Saturno, planeta de ciclo lento (pessoas sob sua regência tendem a demorar em suas diversas fases). É também dia de queima de karma e propício para conseguirmos paciência para concretização de projetos demorados.

velas e as cores

Vela Branca

A mais pura das velas, a vela branca é inspiração para o despertar da espiritualidade e a ascensão da consciência. Ligada aos chakras superiores, serve ao despertar da pureza essencial do homem. A vela branca também representa a mãe, sendo excelente para despertar e fortalecer a imaginação, a criatividade e a fertilidade. Protege as crianças desde o útero materno até os oito anos. Reforça os laços familiares, representando a harmonia e pureza no lar. Ela purifica todo o organismo, mas ajuda principalmente na cura de doenças estomacais, das glândulas mamárias, do sistema linfático, do sistema nervoso central e do parassimpático. Protege as menstruações, a gravidez e os partos.

Vela Laranja

Esta vela representa o Sol e deve ser utilizada para agradecimento a Deus. Ela incentiva a criatividade, as atividades artísticas e desportivas. E uma revitalizadora de todo o organismo, mas ajuda principalmente a proteger e restabelecer o coração, a coluna vertebral, o baço, o duodeno, a vista e a fertilidade. É excelente auxiliar para quem quer receber luz, espiritualizar-se e aumentar seu poder mental.

Vela Vermelha

Interessante lembrar que esta é uma das velas mais utilizadas em magias ciganas e é a mais ligada à beleza física e à sensualidade. A vela vermelha nos concede autoridade, vitalidade e paixão. Ela nos protege de acidentes e de situações de violência e perigo físico. E a melhor ajuda para a proteção de entes queridos. Auxilia em qualquer intervenção cirúrgica. Traz vitalidade a todo o corpo, mas protege principalmente a cabeça, o rosto, os órgãos sexuais, as vias urinárias, os rins, as glândulas supra-renais, a circulação sangüínea e as secreções biliar e hepática. Ajuda a conectar com o chakra básico e com as forças terrestres. Vela importante quando queremos nos conectar com seres e forças do plano material.

Vela Amarela

Esta vela nos permite dar forma e movimento a nossas idéias. É a vela dacomunicação. Representa a ordem, o raciocínio e a lógica. Protege especialmente os pulmões e os brônquios, a respiração, o sistema cerebral e suas ramificações nervosas, a língua, os ouvidos, os intestinos, os braços e as mãos. Ela ajuda a vencer a timidez e favorece as relações sociais. Intensifica a memória, a agilidade mental, a eloqüência e a capacidade de entender entrelinhas. Também ajuda na cura de doenças psicossomáticas.

Vela Rosa

Por estar muito ligada às forças do coração, esta vela atrai seres e forças ligados a este plano sutil. A vela rosa simboliza o amor incondicional e as relações regidas por afeto intenso. Provoca a atração e desperta a sensibilidade e os sentimentos nobres e puros. Protege o tato, a sensibilidade, o metabolismo, as funções renais, os órgãos sexuais femininos, a região lombar, a derme e o cabelo. Ela concede a harmonia necessária que deve haver entre as funções orgânicas. Evita o contágio e a propagação das doenças venéreas,assim como a depressão.

Vela Violeta

Violeta é a cor da espiritualidade e a cor de Saint Germain, mestre ascensionado da Chama Violeta que auxilia na queima do karma. Ligada ao chakra do fogo, ajuda na purificação de nosso ser. Ela aumenta a nossa capacidade de sacrifício e a perseverança. Protege os missionários e os imigrantes. Atua sobre o pâncreas e o metabolismo endócrino, na circulação arterial e depuração do sangue. Evita processos infecciosos. Protege os pés, a pele, os músculos e as cadeiras. Auxilia para que as pessoas se livrem de diversos tipos de vícios: cigarro, álcool, drogas, fármacos e as depressões suicidas induzidas por este tipo de dependência.

Vela Verde

Ligada ao chakra Svadhistana, ou seja, o chakra dos desejos, esta vela ajuda na realização de nossos sonhos e metas. E também a vela que desperta a vitalidade e recupera a energia vital, sendo aconselhável acendê-la quando nos sentimos exauridos e esgotados. Também utilizada em ritos para alcançar a fertilidade, a abundância e a fartura. A vela verde está ligada ao mundo material, posto que o verde é a cor da natureza. Ela simboliza a estabilidade, a fidelidade, a constância, a responsabilidade, a perseverança, a longevidade, o êxito na profissão, a sabedoria e a transcendência. Protege os idosos e ajuda a evitar as doenças senis. Atua sobre os ossos, os dentes, a hipófise, as ramificações neurológicas e todas as partes do organismo consideradas frágeis e delicadas.

Vela Preta

É sempre bom lembrar que a cor preta é uma espécie de esponja que atrai para si praticamente qualquer coisa. Isso se aplica a roupas e, naturalmente, a velas. Por isso, a vela preta deve ser utilizada somente em rituais esotéricos e por um iniciado, pois ele saberá exatamente que tipo de forças está atraindo.

Vela Azul
Quando azul claro, desperta interiorização, tranqüilidade, paz e harmonização. Abre as portas do mundo oculto, tornando fácil a comunicação astral. Ótima na luta contra o medo. Quando o azul é mais profundo, representa o prazer de viver e tudo aquilo que nos desperta gosto pela vida. Ela estimula a sensualidade, a auto-estima e induz à conquista amorosa. Ela protege a garganta, a laringe, a faringe, a tireóide, a língua, as cordas vocais e a fala, o paladar, a Trompa de Eustáquio, o cerebelo, as vértebras cervicais e a nuca.

:: Significado das Velas


Existem muitas maneiras de usar as velas. A forma mais simples de consiste em preparar a vela para um objetivo específico. Pegue um pouco de azeite de oliva ou óleo de amêndoas e esfregue vigorosamente nas palmas das mãos. Unte a vela, passando as mãos sete vezes no sentido do pavio para a base. Esse procedimento serve para purificar a vela. Depois, repita o procedimento no sentido inverso, ou seja, da base para o pavio, assim você estará impregnando a vela com a sua energia. No caso de pedidos para o amor, uma boa dica é colocar duas velas juntinhas, escrevendo numa delas o seu nome, e na outra, o nome do seu par amoroso. Você também pode untar as velas com óleos aromáticos específicos para a área sentimental: rosas, ilangue-ilangue ou neróli (flor-de-laranjeira) são boas opções.

COMPRE AQUI O KIT PARA JOGAR RUNAS


ADQUIRA JA SEU KIT DE RUNAS



compre seu kit runas .




contem

- 24 pedras runicas

1- tolhinha para o lançamento das pedras.

1 saquinho de veludo .

valor - 80,00 reais.

forma de envio - sedex a cobrar ou correios.

forma de pagamento deposito em conta apos a confimação do deposito , o produto sera despachado pelos correios.

contato para compra .

entre em contato para nos enviar o endereço de entrega.

PIRESVALE@GMAIL.COM

ou pelo tel.

(031)87490598

(031)33762803

FALAR COM VALÈRIA.

FAÇA UMA CONSULTA AS RUNAS GRATIS

FAÇA UMA CONSULTA AS RUNAS GRATIS.


CLIK NO LINK ABAIXO.




http://www.terra.com.br/planetanaweb/produtos/novo_runas/top.htm

CONHEÇENDO AS RUNAS E SEUS SIGNIFICADOS





.: Runas :.
Aqui, voc� encontra a explica��o de cada runa e seu significado oracular. Note que a mesma runa tem seu significado positivo, se a letra estiver em p�, e negativo, se a letra estiver invertida. Ao lan�ar as runas, tamb�m � importante notar que, no conjunto, uma runa favor�vel, acompanhada de v�rias runas desfavor�veis, pode representar uma falha, ou perda, e acompanhada de runas de atraso pode significar uma vit�ria depois de uma luta longa e desgastante. Existem v�rias maneiras de se lan�ar as runas, mas o mais comum � lan�ar 3 runas, que representam o passado, o presente e o futuro do assunto que o consultante perguntou.

.: Feoh :.
.: Ur :.
.: Thorn :.
.: Ansur :.
.: Rad :.
.: Ken :.
.: Gueofu :.
.: Winn :.
.: Hagall :.
.: Nied :.
.: Is :.
.: Jera :.
.: Yr :.
.: Peorth :.
.: Eolh :.
.: Sigel :.
.: Tyr :.
.: Beorc :.
.: Eoh :.
.: Mann :.
.: Lagu :.
.: Ing :.
.: Othel :.
.: Dag :.
.: Wird :.
* Feoh *
Deus Regente: Freyr
Significado: Gado
Mensagem: Enriquecimento
Descri��o: Associada ao gado, que era o dinheiro dos antigos n�rdicos, ela sempre se relaciona com a mat�ria, dinheiro, prosperidade, enriquecimento mesmo nos aspectos n�o materiais, aumento dos sentimentos e amor, conclus�o de projetos e recompensa pelos esfor�os.
Invertida: Significa pobreza material ou espiritual, problemas financeiros, encerramento de projetos, frustra��o e instabilidade f�sica e emocional.


Voltar ao topo da p�gina
* Ur *
Deus Regente: Tyr
Significado: Bis�o
Mensagem: Passagem
Descri��o: O bis�o sempre foi um animal sagrado, relacionado aos testes inici�ticos que traziam os meninos para a posi��o de guerreiros. Esta runa representa testes (de for�a, de integridade, de coragem), responsabilidades e consci�ncia, sucesso profissional, oportunidades que surgem em meio a dificuldades.
Invertida: Gasto in�til de energia, estar imerso em batalhas perdidas, falta de preparo para enfrentar uma situa��o, estar numa posi��o vulner�vel.


* Thorn *
Deus Regente: Thor
Significado: Deus Thor
Mensagem: Vencer Dificuldades
Descri��o: Representando a pr�pria pessoa do deus Thor, traz para a mesa do or�culo um protetor invenc�vel, que proporciona o conhecimento pr�vio do perigo, ajuda a transpor obst�culos e anuncia sorte em todos os assuntos, temperamento explosivo e atitudes impensadas (que, se for mal administrada, pode levar a perdas posteriores).
Invertida: Ego�smo, dificuldade de ouvir conselhos e aceitar ajuda, teimosia, dificuldade de enxergar os riscos da situa��o em que se encontra.


* Ansur *
Deus Regente: Bragi
Significado: Boca
Mensagem: Aprendizado
Descri��o: Representando uma boca, ela se refere � fala, comunica��o, transmiss�o de conhecimentos, estudos, trabalho mental e administrativo bem sucedido, intermedi�rios, advogados e parceiros. Anuncia sucesso em exames, entrevistas, teses e reuni�es, amplia��o da cultura e conhecimentos t�cnicos.
Invertida: Anuncia o mau uso da palavra e do conhecimento: fofocas, mentiras, falta de comunica��o, discuss�es, falsifica��o de documentos, provas falsas, perda de documentos, fracasso em entrevistas e trabalhos mentais.


* Rad *
Deus Regente: Narnes
Significado: Roda
Mensagem: Mudan�a
Descri��o: Representando uma roda, num cont�nuo movimento, ele imprime a caracter�stica de movimento ao assunto em quest�o, mudan�as, evolu��o, mudan�as de local ou cidade, esta��es do ano, situa��es que, embora possam melhorar, podem ser transit�rias, pois a roda sobe mas depois tem que descer para iniciar uma nova volta.
Invertida: Podem ser mudan�as infrut�feras, ou para pior; falta tempo para finalizar o ciclo de instabilidade em que o consultante est� vivendo, pode faltar objetividade, mas o tempo todo existe a consci�ncia de que a sorte vai mudar brevemente.



Deus Regente: Loki
Significado: Tocha
Mensagem: Criatividade
Descri��o: Representando uma tocha, a doadora de luz e calor atrav�s do fogo, traz mensagens de abertura, visualiza��o, criatividade, convites, novas realidades e situa��es ou a compreens�o clara de situa��es que antes nos angustiavam . � uma runa excelente nos casos em que se pergunta sobre sa�de, pois sempre anuncia a cura e rein�cio da vida normal. No caso de relacionamentos afetivos, pode representar uma nova pessoa que ilumina os dias do consultante.
Invertida: A chama apagada deixa apenas um rastro de fuma�a indicando a dire��o, torna dif�cil visualizar o problema com clareza, falsas oportunidades aparecem, relacionamentos se esfriam e o vigor f�sico diminui.



Deus Regente: Freyja
Significado: Uni�o
Mensagem: Amor
Descri��o: Representa um n� que ata duas pessoas, uni�o, sociedade, companheirismo, partilha, rela��es amorosas, todas positivas e bem sucedidas. No entanto, deve-se ter cuidado para ver se, na quest�o do consultante, existe algum assunto relativo � depend�ncia, pois esta runa indica coisas que as pessoas s� conseguem fazer em parceria.
Invertida: Falha em todo tipo de parcerias: perdas atrav�s de s�cios, fal�ncia do casamento, falta de cumprimento de contratos, falta de coopera��o das pessoas pr�ximas.

Winn *
Deus Regente: Weiland
Significado: Gl�rias
Mensagem: Alegria
Descri��o: Representa a coroa da vit�ria, gl�rias, sucesso, fama e honrarias. Representa tamb�m sabedoria, discernimento e poder de decis�o sobre suas pr�prias quest�es. Para qualquer tipo de pergunta, uma resposta de sucesso, vit�ria e realiza��o de desejos, ganhos, situa��es em que se vence pelo racioc�nio e sabedoria, e n�o pela intui��o/ cora��o.
Invertida: Sensa��o de impot�ncia, situa��es sem solu��o, sentir-se preso ou restringido, frustra��o e atraso, desfecho negativo para qualquer pergunta que o consultante tenha feito.


* Hagall *
Deus Regente: Gigantes
Significado: Granizo
Mensagem: Interrup��o
Descri��o: Representa flocos de neve /granizo, traz a simbologia das restri��es que o inverno imp�e no hemisf�rio norte, anuncia restri��es, obst�culos, lutar contra for�as superiores, sofrer interrup��es ou complica��es legais. Em geral, s�o situa��es em que n�o se tem qualquer dom�nio sobre a evolu��o das coisas, e se � for�ado a resignar ou ter paci�ncia devido � demora.
Invertida: Anuncia a necessidade de retirada, ou recuo num projeto, temporariamente, devido a circunst�ncias desfavor�veis; aprender a ceder e a perder fazem parte desta mensagem.


* Nied *
Deus Regente: Hella
Significado: Necessidade
Mensagem: Pobreza
Descri��o: Representa a pobreza, a necessidade. Esta, entre todas, � a runa que mais atrasa qualquer projeto, ou mais indica dificuldades na solu��o de problemas, embora ainda existe uma possibilidade remota de que o projeto do consultante se desenvolva posteriormente; as maiores chances s�o de desist�ncia total ou fracasso. No corpo f�sico, anuncia baixa vitalidade e queda de resist�ncia.
Invertida: Esta � sua forma mais negativa, a mais negativa de todas as runas, anuncia pobreza, car�ncia, necessidade, falta, doen�as cr�nicas, sofrimento e aprisionamento em situa��es extremamente restritivas.


* Is *
Deus Regente: Mimir
Significado: Gelo
Mensagem: Atraso, espera
Descri��o: Representa a neve , o gelo. Esta � uma runa neutra, que indica atrasos e congelamento de planos, limita��es de espa�o, local, casa ou im�vel; se o assunto � um relacionamento, esta runa significa que a outra pessoa n�o est� interessada ou engajada nesta rela��o . Per�odos de inatividade, dorm�ncia, atrasos tempor�rios e retardamento de planos podem ocorrer.
Invertida: Perdas, falhas, fal�ncia, desistir de um objetivo, porque se cansou de nadar contra a corrente.


* Jera *
Deus Regente: Martelo de Thor
Significado: Colheita
Mensagem: Justi�a
Descri��o: Representa a colheita, abund�ncia, o que se obteve atrav�s do trabalho, o que se mereceu. Pode aparecer quando o assunto envolve justi�a, juiz, karma, mas note que nem sempre quer dizer que o consultante ter� sucesso, ele ter� justi�a (se n�o fez por merecer a recompensa, sair� perdendo de alguma forma). Anuncia o encerramento de qualquer disputa, processo, pend�ncia e diverg�ncia.
Invertida: Pode ser necess�rio contratar um advogado por qualquer motivo, algu�m a quem pedimos que obtenha o que � do nosso direito. Em rela��o a relacionamentos, pode significar descobrir coisas sobre a outra pessoa que nos desencantam.


* Yr *
Deus Regente: Sacrif�cio de Odin
Significado: Teixo
Mensagem: reflex�o, morte
Descri��o: Representa uma �rvore, o teixo, sob a qual se alojavam os s�bios que iam lan�ar as runas, e cuja madeira era usada em rituais, armas, constru��es e objetos art�sticos. Esta runa tem o significado simb�lico da reflex�o, abnega��o, sacrif�cios por causas importantes, ou o aparecimento de um s�bio que ir� nos instruir, orientar ou organizar nosso trabalho para que os problemas sejam contornados. Toda vez que a pergunta envolve quest�es espirituais, esta runa aparece, pois ela representa a sabedoria e a experi�ncia.
Invertida: Situa��es onde se � for�ado a fazer sacrif�cios, ou aceitar perdas irrevers�veis, luto, encerramento, a li��o do desapego.


* Peorth *
Deus Regente: Nornes
Significado: Revela��o
Mensagem: Revela��o
Descri��o: Representa a revela��o de mist�rios ou segredos, o conte�do oculto das coisas, a ess�ncia das coisas, ao contr�rio das apar�ncias. Pode significar not�cias agrad�veis, ou "coincid�ncias" que t�m papel importante na resolu��o dos problemas do consultante; ganhos e presentes, loterias, sorte. Not�cias agrad�veis.
Invertida: Surpresas desagrad�veis podem ocorrer, ou pessoas que tiveram atitudes desonestas podem ser desmascaradas e expostas. Podem haver perdas financeiras ou de reputa��o.


* Eolh *
Deus Regente: Thor
Significado: Alce
Mensagem: Espiritualiza��o
Descri��o: Representa os chifres de um alce, um �rg�o de defesa num animal imponente, que representava o chefe da tribo nos sacrif�cios sagrados. Em geral, anuncia prote��o divina ou um protetor que nos aparece; as coisas se resolvem sozinhas num fluxo de energia positivo que nos envolve mas n�o est� sob nosso controle.
Invertida: Nossa prote��o se retirou; se fizemos escolhas erradas, � hora de pagar o seu pre�o; se trilhamos caminhos tortos, � hora de se redimir e voltar ao caminho reto. Indica uma situa��o em que se est� em desvantagem, vulner�vel, ou se � obrigado a fazer sacrif�cios.

* Sigel *
Deus Regente: Baldur
Significado: Sol
Mensagem: Vit�ria Completa
Descri��o: Representa o Sol, doador de luz, calor e vida. Em geral, anuncia vit�ria, fama, reconhecimento, recompensas, sorte e sa�de. Tudo � motivo de alegria: amor, dinheiro, amigos e festas; pode ser o final de um ciclo de problemas, a solu��o que traz al�vio.
Invertida: Pode significar muita atividade ou dispers�o de energia em objetivos simult�neos e incompat�veis, stress, problemas por assumir mais responsabilidades do que se pode dar conta.


* Tyr *
Deus Regente: Deus Tyr
Significado: Guerreiro
Mensagem: Coragem
Descri��o: Representa um guerreiro, a forma mais forte e �gil do homem, o homem em seu estado mais saud�vel, viril e competitivo. Em geral, aparece nos casos em que � necess�rio ter muita coragem e ousadia para vencer problemas; em relacionamentos afetivos indica uma paix�o incontrol�vel e sensual, ou uma pessoa de car�ter forte, personalidade que se imp�e e f�sico saud�vel.
Invertida: Fraqueza f�sica, ou de car�ter; falta de empenho para resolver problemas ou obter sucesso; personalidade auto indulgente.


* Beorc *
Deus Regente: Frigg
Significado: Gesta��o
Mensagem: Fecundidade
Descri��o: Representa a gravidez, a gera��o, a fecundidade. Anuncia aumento, crescimento, multiplica��o, abund�ncia, realiza��o de desejos e projetos. Pode representar uma mulher (m�e, irm�, esposa) ou um casamento.
Invertida: Dificuldades relacionadas a gastos imprudentes, multiplica��o de defeitos ou problemas (como os juros banc�rios), aborto, esterilidade, mulheres dominadoras ou tiranas, situa��es em que n�o se tem como ganhar.


* Eoh *
Deus Regente: Valkyrias
Significado: Cavalo
Mensagem: Viagem
Descri��o: Representa um cavalo, a forma prim�ria de mobilidade dos vikings. Anuncia viagens,mudan�as de local ou cidade, coisas que se movem ou nos levam a mudan�as de vida que ocorrem de forma r�pida, e sem que possamos fazer nada. Pode significar not�cias, cartas, formas de comunica��o ou mensageiros, ou envolvimento com meios de comunica��o.
Invertida: Imobilidade, restri��es, pris�o ou la�os sufocantes. Mudan�as para pior, ou de resultado neutro ap�s muito trabalho.


* Mann *
Deus Regente: Homem
Significado: Humanidade
Mensagem: Ajuda, altru�smo
Descri��o: Representa o homem, a esp�cie humana, a humanidade. Sempre aparece nas quest�es que exigem racionalidade, superioridade de julgamento, altru�smo, servi�o social, atitudes imparciais em prol do coletivo. Pode representar grupos dos quais fazemos parte: ra�a, religi�o, na��o, bairro, �rg�os de classe. Indica que � necess�rio ter uma atitude superior e praticar a caridade para vencer o problema em quest�o.
Invertida: Ego�smo, individualismo, boicotes, falsos amigos, greves, falta de colabora��o por parte das pessoas do grupo, relacionamentos que n�o sobrevivem devido ao egocentrismo.


* Lagu *
Deus Regente: Sacerdotisas
Significado: �gua
Mensagem: Intui��o
Descri��o: Representa um lago, a �gua calma e profunda. Os lagos representam o inconsciente, os aspectos psicol�gicos, os poderes de clarivid�ncia e magia. Nos casos em que esta runa aparece, o melhor � se guiar pela intui��o, pois existe uma corrente espiritual em contato com o consultante. Pode representar uma figura feminina de grande poder ps�quico, uma sacerdotisa ou bruxa, ou, simplesmente, uma mulher s�bia e madura.
Invertida: Perder-se em meio a mares confusos, ilus�o, falsas imagens ou valoriza��o de apar�ncias. Pessoas que canalizam for�as negativas, ou praticam cultos perigosos. Se representar uma mulher, ela pode ser falsa, interesseira ou fraca de sa�de.


* Ing *
Deus Regente: Freyr
Significado: Her�i, lenda
Mensagem: Conclus�o
Descri��o: Representa o her�i lend�rio Inguz, e traz para a leitura a necessidade de atitudes her�icas, corajosas e de franca generosidade altru�sta. Em geral, anuncia o fechamento de ciclos de problemas e um recome�o bem sucedido, acerto de pend�ncias antigas, ou desaparecimento de pessoas que nos incomodaram durante muito tempo; a conota��o em termos de sentimento � de al�vio.
Invertida: pode significar pend�ncias que n�o se consegue resolver, atrasos, necessidade de solu��es urgentes que implicam em perdas, ou ciclos que n�o terminaram de forma bem definida (relacionamentos que terminam sem uma finaliza��o definida e geram pend�ncias).


* Othel *
Deus Regente: Heimdall
Significado: Velho
Mensagem: Tradi��o, heran�a
Descri��o: Representa um homem velho, e traz a tem�tica da autoridade, do conservadorismo e da necessidade de solu��es formais, legais, hierarquia ou aspectos legais. Pode significar separa��es ou divis�es, ou retorno de situa��es do passado mal resolvidas. Pode significar cobran�as por falta que cometemos: irresponsabilidade, falta de decoro ou usar as pessoas, e seremos for�ados a abandonar este tipo de atitude.
Invertida: Postura pedante ou autorit�ria, sem, no entanto, haver sabedoria de fato. Pessoas que acham que sabem tudo, ou s�o donas da verdade. Posturas antiquadas, problemas com homens autorit�rios ou autoridades.


* Dag *
Deus Regente: Baldur
Significado: Dia
Mensagem: Esperan�a
Descri��o: Representa o dia, o nascer do sol, a chegada da luz depois das longas noites de inverno. Sempre que aparece, revela uma mensagem de esperan�a, f�, ajuda, a certeza de que o tempo cura tudo e que um dia sempre nasce depois do outro. Otimismo e confian�a, situa��es que caminham seguramente para a solu��o.
Invertida: Situa��es que se arrastam por muito tempo, sem que possamos fazer nada, ou sem que percebamos; coisas que s�o est�veis, mas ao mesmo tempo promovem estagna��o em nome da seguran�a. O ultimo per�odo de tens�o que falta sobrepujar para vencer um obst�culo.


* Wird *
Deus Regente: Odin
Significado: Em branco
Mensagem: Precipita��o do Destino
Descri��o: Representa o nada, a runa ausente, sem s�mbolo, chamada a runa do destino. Quando aparece, significa que o homem faz seu pr�prio destino, tem em suas m�os o poder de decidir e agir, mas � sempre uma escolha delicada, uma situa��o de risco. Em geral, quer dizer que as circunst�ncias que afetam o projeto ainda est�o em aberto, n�o foram definidas. Pode-se relacion�-lo a situa��es c�rmicas, acontecimentos predestinados.
Invertida: Esta runa n�o tem forma invertida, e pode ser interpretada como um alerta de que o consultante n�o deve saber a resposta � sua pergunta ainda neste momento.





ALFABETO RUNICO


A mitologia nórdica nos conta sobre a criação e o fim do mundo, de deuses e divindades, suas vidas e mortes... Originalmente, os mitos foram repassados oralmente...
A maioria da tradição escrita que nós conhecemos hoje, não foi escrita até o século XIII. Os mitos são parte de um passado distante e foram de vital importância para o povo escandinavo (Norse)...
Os primeiros documentos escritos são caligrafias e manuscritos...
De origem escandinava e germânica, trata-se de um dos oráculos mais antigos do mundo, datado de 1300 antes de Cristo, aproximadamente.
A Dinamarca (Igreja e Pedras Rúnicas da Colina Jelling) é o berço do conhecimento das Runas, de onde alcançaram a Noruega (Museu do Barco Viking) e a Suécia.
A palavra “RU” é de raiz indo-européia “to rown”, “roon” ou “round”, e o significado é cochichar, sussurrar, murmurar, segredo, mistério.
Estas palavras eram utilizadas entre os povos anglo-saxônicos, durante o começo da Idade Média.
Já a palavra “RUN”, provavelmente veio do alemão antigo, que significa aquele que sussurra. Alguns etimologistas sugeriram que o termo “runa” designa não apenas um sussurrador de segredos, como também uma “pessoa que sabe”, “um sábio” que pratica as artes secretas da magia...
Os caracteres de Hallristinger, por exemplo, foram usados pelos homens da Idade do Bronze que viveram por volta de 1300 à 1220 antes de Cristo.
Estas gravuras rupestres pré-históricas, a exemplo dos antigos hieróglifos egípcios, consistem em símbolos que encerram um significado religioso. Estes símbolos constituem uma das formas mais antigas da escrita européia e acredita-se que estes caracteres tenham sido os antecessores do alfabeto rúnico...
A adoração dos cavalos era difundida na Idade do Ferro entre os celtas, escandinavos e germanos, este antigo culto dos “sussurradores do cavalo” constituíam uma sociedade secreta rural organizada nas linhas maçônicas e cujos membros eram ferreiros e trabalhadores agrícolas que lidavam com cavalos.
Dizia-se que os membros dessa fraternidade possuíam um conhecimento secreto ou poderes mágicos, que os capacitavam a domar cavalos selvagens e curar animais doentes, e estes atos eram executados mediante o uso de palavras mágicas, encantamentos e o sussurro ao ouvido dos cavalos.
Só eles possuíam as fórmulas, que só eram transmitidas aos iniciados depois que faziam um terrível juramento de fidelidade ao membro. Os camponeses tradicionalmente os consideravam magos naturais.
Segundo a arqueologia existem inscrições gravadas, datadas dos séculos III, IV, V depois de Cristo, na Escandinávia. E também foram encontradas gravadas em rochas e pedras levantadas na Suécia.
Há uma semelhança entre o alfabeto rúnico e a antiga escrita etrusca, feitas por tribos da região norte da Itália na Idade do Bronze. Os símbolos são compostos de linhas retas, possivelmente porque eram mais fáceis de gravar com os instrumentos primitivos então disponíveis.
Mas a origem se perdeu no tempo, sua tradição pertence ao povo hiperbóreo, nórdicos, que segundo a mitologia grega, cultuavam o deus Apolo. A prática de adivinhação dos povos nórdicos tinham relação com os cultos dos deuses Vanir, que possuíam conotação sexual, pois eram relacionados à fertilidade.
Foram empregadas na poesia, em inscrições sobre pedras, pintadas em conchas, blocos de cerâmica, argila ou cristais; usadas em adivinhações pelos velhos povos europeus, como os germanos, os celtas e mais recentemente os vikings. Mas, embora alfabeto escrito, jamais chegou a ser uma língua falada.
Por volta do ano 1000 de nossa era, os vikings criam a escrita rúnica...
Nos símbolos, gravados em metal, cobre, bronze, ouro, riscados em couro, inscritos em pedaços de madeira ou pintados em seixos, escondem-se, dizem, significados mágicos. Por isso assumiram uma função ritual, transformando-se em um oráculo.
Oráculos porém, não adivinham o futuro... Eles nos orientam para que prestemos atenção ao que se passa dentro de nós, materializando respostas que estão em nosso subconsciente.
As runas são pedras inscritas com letras de um alfabeto antigo, o qual foi desenvolvido na Escandinávia. As letras pertencem à família das línguas germânicas, mas também tem referências em latim e grego.
Exemplares tem sido encontrados em regiões da Europa, desde o mar negro até o Báltico. As inscrições das runas são achadas nas pedras e em movimentos. Elas indicam que as runas eram usadas para proteção mágica... Um exemplo: “No exílio ele deve ter morrido pelos ditos da arte mágica que destruiu este movimento”...
Em 1984, Ralph Blum escreveu o livro das Runas e vendeu peças de cerâmica com as inscrições rúnicas. O usuário pode jogar as runas aleatoriamente e interpretá-las de acordo com o seu desejo. É importante notar que as runas são relacionadas entre si e não podem ser interpretadas separadamente, como no I-Ching, as linhas compõem um hexagrama e não são meramente linhas separadas. As runas tem que ser lançadas com um objetivo, uma pergunta, um propósito, sobre algum assunto que se queira saber.

Alfabeto Rúnico


Bloco emitido pela Islândia

Os países nórdicos estão emitindo um conjunto de série de selos (em 3 partes) sobre a mitologia escandinava... O tema desta primeira parte é “Deuses Nórdicos Escandinavos”.


Odin (Odinn) é o deus supremo nórdico. Ele e seus irmãos criaram o mundo e as primeiras pessoas... Odin é onipotente (quem pode tudo) e onisciente (quem sabe tudo). De seu trono, Hlidskjalf, ele vê o mundo inteiro.

O cavalo de Odin, Sleipnir, têm 8 pernas. É dito que quando o mundo chegar ao fim, o monstro, Fenrisulfur, engolirá Odin...



ORIGEM DAS RUNAS

Segundo a lenda, as Runas são uma dádiva do Deus Odin, o Deus maior dos deuses escandinavos, seu nome significa, "Vento ou Espírito", e foi através do seu sacrifício, que Odin trouxe as runas. Ele ficou pendurado por nove dias e nove noites na Yggdrasil, (a árvore do conhecimento), de ponta cabeça, ferido pela própria espada, com fome, sede e dor, sem auxílio e sozinho.Antes de cair, avistou as Runas e conseguiu apanhá-las. Em termos antropológicos, Odin foi um poderoso chefe de uma comunidade tribal da Ásia, seguindo depois para a Escandinávia. Possuidor de poderes psíquicos, podia fazer contato com o mundo dos espíritos e adivinhar o futuro graças aos poderes de clarividência. As 24 Runas são divididas em 3 famílias, tribos ou clãs de 8 runas, com os nomes dos deuses escandinavos. São:Oito de Freyja "Deusa da Fertilidade"- Mundo materialSignificam forças que dependem de nós, para alcançarmos bens materiais. Os símbolos da vida material incluem as seguintes palavras: Fortuna, Força, Proteção, Sabedoria, Viagem, Iluminação, União e Alegria. Aí estamos prontos para ir ao encontro das forças da natureza.Oito de Hagal "Forças da natureza" - Mundo da NaturezaSignificam forças que não dependem de nós para alcançarmos o bem estar interior. Iremos ao encontro do nosso objetivo espiritual. Os símbolos da vida espiritual incluem as seguintes palavras: Limitação, Necessidade, Congelamento, Colheita, Defesa, Segredos, Proteção e Sol.Oito de Tyr "Deus da Guerra" - Mundo Espiritual Significam forças que dependem de nós para alcançarmos o bem estar interior. Iremos ao encontro do nosso objetivo espiritual. Os símbolos da vida espiritual incluem as seguintes palavras: Coragem, crescimento, Mudança, Auto-Conhecimento, Intuição, Novos começos, Modificações pessoais e Rupturas radicais.Todas essas viagens levam até a mais mística das Runas: Wyrd (Runa branca, ou de Odin)

ORIGEM DAS RUNAS II


Contam as lendas Vikings (Grande povo conquistador da antigüidade cujos domínios se estendiam por todo o norte da Europa principalmente, nas regiões onde hoje estão localizados os países nórdicos - Noruega, Dinamarca e Finlândia) que os deuses moravam no Asgard, um lugar localizado no centro do mundo. Lá crescia a "Árvore do Mundo" ou Yggdrasil, as raízes eram desconhecidas e serviam de comunicação entre o planeta que habitamos e o éden. As Runas são miticamente associadas ao deus nórdico ODIN, que adquiriu todo conhecimento secreto através do seu ato de auto-sacrifício ao ficar pendurado por nove dias e nove noites na "Árvore do Mundo". O número nove é um número lunar, que representa as três fases da lua (crescente, cheia e minguante), multiplicadas por si mesmas. O sacrifício de ODIN trouxe a Humanidade essa escrita alfabética antiga, cujas letras possuíam nomes e sons significativos, mas que jamais chegaram a ser uma língua falada. Desta maneira a letra rúnica ou "runastafr" tornou-se enriquecida de intuições de acordo com o talento do praticante de "runemal" a pessoa que domina a arte deste oráculo. O alfabeto runico consiste de 24 letras grafadas e uma em branco, conhecidas como 'FUTHARK' que foram extraídas dos símbolos das seis primeiras runas: Fehu Uruz Thurisaz Ansuz Raido Kano. O "Futhark" foi dividido em três grupos conhecidos com 'AETTIR' eles receberam os nomes de três deuses nórdicos.


As Runas estão ligadas a várias divindades Vikings: ODIN deus da morte, da sabedoria e da magia; FRIGG deusa-mãe e mulher de Odin; THOR deus do trovão e inimigo dos gigantes; NJORD deus do mar, da pesca e da prosperidade; FREY deus da fertilidade e da boa fortuna, filho de Njord; FREYA deusa do amor e da beleza, irmão de Frey; HEIMDALL guardião dos deuses; BALDUR deus mais jovem, do sol e do verão, filho de Frigg e de Odin; As NORNES três deusas, que guardavam a "Árvore do mundo"; URD era muito velha e vivia olhando para trás (passado); VERDANKI era uma jovem que sempre olhava para o (presente) e SKULD viva encapuzada e possuía um pergaminho fechado que continha os segredos do (futuro).


Com o passar do tempo e com o crescimento do Cristianismo, as Runas ficaram no esquecimento por mais de trezentos anos. Atualmente a tradição do "runemal" renasce, transformando-se num dos métodos oraculares mais famosos no ocidente.

ASTROLOGIA JUDAICA



  • Outros Doze Signos do CéuSêfer Yetsirá,

  • um dos primeiros livros judaicos jamais escritos, revela os segredos da Astrologia Judaica. Por toda a Torá, Talmud e Código da Lei Judaica existem descrições fascinantes de como D'us canaliza Sua força de vida em nosso mundo, através de corpos celestiais. Ao mesmo tempo, quando alguém está conectado à Torá e cumpre seus mandamentos, ele ou ela está diretamente plugado com o Sobrenatural, suplantando as influências das forças astrológicas.

  • Os filhos de Yaacov, que tornaram-se as Doze Tribos de Israel, são na verdade 12 raízes de alma diferentes, das quais descende o povo judeu. Estas raízes correspondem aos 12 signos do Zodíaco, os doze meses judaicos, as 12 letras do alfabeto hebraico, e aos doze atributos da alma, tais como visão, ira, fala e pensamento.Temos a capacidade de nos aperfeiçoar a qualquer tempo, mas a Cabalá delineia algumas épocas mais auspiciosas para se trabalhar em determinados atributos. Por exemplo, os dias festivos judaicos não apenas comemoram eventos históricos, como são o resultado de forças e energias celestiais.

  • No mês de Nissan, quando celebramos Pêssach, o atributo da fala está em evidência - concedendo-nos a força adicional para refinar nosso atributo da comunicação.Segundo o mapa astrológico, o mês em que você nasceu indica uma força oculta que você deve desenvolver, ou uma fraqueza que pode superar; entretanto, você não está trancado na "personalidade" do seu mês. Cada um de nós recebe estas forças e fraquezas. Podemos refiná-las, uma a uma, durante o ciclo do ano judaico, assim como nos esforçamos por uma vida onde o físico, o mental e o emocional estejam integrados com o espiritual.



  • Áries (Nissan)Este primeiro mês do Zodíaco Judaico é governado pela letra hê (h), o sopro da fala, a partir da qual evoluem todos os outros sons. Os seres humanos distinguem-se das outras criaturas pelo poder da fala, sua capacidade de comunicar seus pensamentos aos outros. Assim, "falar corretamente" é o início do crescimento espiritual. A celebração deste mês é Pêssach. Durante a refeição de Pêssach, empregamos nosso poder da fala para seu propósito mais elevado: comunicarmos a nossos filhos (e à criança que existe dentro de nós) a experiência da miraculosa presença de D'us em nossa vida e nossa história. A tribo deste mês é Yehudá, o líder real, do qual descendem os monarcas judeus. O sacrifício de Pêssach no Templo foi um cordeiro, o que reflete o signo de Áries.


  • Touro (Iyar)Iyar é o mês entre nosso renascimento espiritual em Nissan e nossa nova maturidade - que atingimos ao receber a Torá - em Sivan. Da mesma forma, a letra deste mês, vav (v), representa a linha reta da verdade. O signo de Touro, representado pelo animal do mesmo nome, significa a individualidade e a teimosa devoção à esta verdade, o pré-requisito para a maturidade. Iyar é portanto o mês do "pensamento correto," o atributo no qual nos concentramos em preparação para receber a Torá. A tribo deste mês, Yissachar, destacava-se pela sua amorosa devoção ao estudo de Torá.


  • Gêmeos (Sivan)Este é o mês do "movimento correto," de aprender como caminhar nas trilhas da Torá que recebemos novamente em Shavuot. A Torá é nossa arma contra o mal; este mês é governado pela letra zayin (z), que significa "arma." Andar nos caminhos da Torá é sintetizado pela tribo deste mês, Zevulum, a tribo de navegadores que apoiou a tribo Yissachar em seu estudo de Torá. Estes dois irmãos tinham carreiras diferentes mas trabalhavam juntos, simbolizados pelo signo astrológico de Gêmeos. O conceito de gêmeos também evoca a imagem das duas tábuas no Monte Sinai, e a associação de D'us e o povo judeu na Torá.



  • Câncer (Tamuz)O mês é governado pela letra chet (ch), que significa "temor." Câncer, o caranguejo, é uma criatura passiva que tende a correr e esconder-se. O desafio dos meses do verão é usar nossas faculdades de pensamento, fala e ação de forma temente a D'us, e afastarmo-nos de situações que obstruam nossa consciência Divina. A conseqüência por negar nossa consciência Divina é a triste comemoração da destruição do Templo neste mês e no próximo. A tribo deste mês é Reuven, cujo nome origina-se da palavra para "visão," a faculdade que aperfeiçoamos neste mês. "Enxergar erradamente" leva à destruição e ao luto; através da "visão correta" aumentamos a santidade do mundo, concentrando-nos naquilo que é positivo.


  • Leão (Av)Neste mês, cultivamos a "audição correta," mencionada no nome da tribo deste mês, Shimeon, que vem da palavra para "audição." A Nove de Av, pranteamos o Templo Sagrado, destruído por nações, Babilônia e Roma, que se assemelhavam a leões - daí a associação com o signo de leão. A letra que governa este mês, tet (t) tem o significado negativo de "areia movediça," mas é também a primeira letra da palavra "bom" (tov), pois podemos atingir os níveis mais elevados transformando os níveis mais baixos no bem.


  • Virgem (Elul)Corrigir os atributos dos meses anteriores nos leva ao mês do retorno, Elul, quando nos concentramos na "ação correta." Fazemos um inventário e nos preparamos espiritualmente para as Grandes Festas. O desejo de atingir uma nova inocência em nosso relacionamento com D'us é expressado pelo signo deste mês, Virgem. A letra regente deste mês, yud (y), significa "mão," lembrando-nos que nosso sincero arrependimento por nossas falhas e resoluções para o futuro devem se refletir em nossas ações. A tribo deste mês, Gad, era formada de arqueiros que aperfeiçoaram a faculdade da ação, desafiando as forças do mal e conquistando a Terra de Israel.


  • Libra (Tishrei)Neste mês do "sentimento correto," D'us pesa e avalia nossas ações passadas, determinando como Ele distribuirá as bênçãos da vida no ano vindouro. Isto está refletido pelo signo Libra, as balanças. A nova inocência, que introduzimos em nosso relacionamento com D'us durante o mês precedente de Elul, é agora realizada através de uma sucessão de dias festivos, começando com Rosh Hashaná. Tishrei é, portanto, o mês da união conjugal entre D'us e Israel. Este mês do "sentimento correto" é governado pela letra hebraica lamed (l), a primeira letra da palavra "coração" (lev). O nome da tribo deste mês, Efraim, significa "frutífero," expressando que nossa união com D'us tem repercussões positivas por todo o ano vindouro.


  • Escorpião (Cheshvan)Em Cheshvan, integramos a inspiração de Tishrei à vida real. Não há dias festivos, somente a vida do dia-a-dia. O valor numérico da letra hebraica deste mês - nun (n) - é 50, indicando os 50 níveis de consciência Divina que podemos atingir quando estamos espiritualmente ativos, e os 50 níveis de impureza nos quais podemos afundar se deixarmos que a vida "simplesmente passe." O veneno do escorpião é frio, simbolizando o perigo de abordar a vida sem paixão. O nome da tribo deste mês, Menashe, também soletra "sopro" (neshimá), conectando-o ao sentido que refinamos neste mês, o olfato. O olfato é considerado o mais espiritual dos sentidos, indicando o potencial deste mês para um elevado senso de espiritualidade.



  • Sagitário (Kislev)Durante este mês, trabalhamos em "correto relaxamento" ou sono, que resulta de nossa dedicação à "ação correta" durante nossas horas de atividade. O nome da letra deste mês, samech (s), significa "confiança." Nossa confiança verdadeira em D'us nos dá a certeza de afirmar nossa santidade e resistir àqueles que a desafiam. Isso está refletido na celebração de Chanucá, e o signo astrológico de Sagitário, o arqueiro. "Relaxamento correto," usando o descanso como um meio para a ação adequada, nos ajuda a canalizar nossos esforços ("mirando" nosso arco) na direção correta. Da mesma forma, a tribo deste mês, Binyamin. possuía valentes guerreiros. Seu território continha o local do Templo Sagrado, aonde nossas preces e sonhos são dirigidos.



  • Capricórnio (Tevet)Este mês, cultivamos "a ira correta". O Talmud nos diz para sempre considerarmos os outros favoravelmente, e que a ira é algo que quase sempre deve ser evitado. Mas existe também uma ira positiva, o senso de o que rejeitar. O nome da tribo deste mês, Dan, significa "julgar." A letra deste mês, ayin, significa "olho". Temos dois olhos para discernir constantemente o que aceitar na vida, e o que rejeitar. A capacidade de constantemente rejeitar o negativo é simbolizada por Capricórnio, a cabra, conhecida por sua tenacidade.Aquário (Shevat)A festa deste mês, Tu Bishvat, é celebrada comendo-se frutos da árvore, refletindo o atributo deste mês, "alimentar-se corretamente." A letra deste mês, tsadic (ts), significa "justo," lembrando-nos do versículo "os justos alimentam-se para nutrir a alma." O verdadeiro teste de nossa espiritualidade é se tornamos a alimentação (e todas as nossas outras atividades mundanas) uma experiência espiritual, ou se nos rendemos à gratificação sensorial. Purificando nossas atitudes quanto à materialidade, tornamo-nos conduítes para distribuir a benevolência de D'us ao mundo. Isso está refletido no signo de Aquário, o distribuidor de água. O território de Asher, a tribo deste mês, produzia alimentos em abundância.



  • Peixes (Adar)Os peixes vivem nos recessos ocultos do mar. A Festa principal deste mês é Purim, que celebra a mão oculta de D'us na história. A letra deste mês, cuf (c), significa "macaco". Reconhecemos que D'us está oculto ao fazermos máscaras em Purim, imitando (macaqueando) qualquer pessoa que quisermos. A celebração de Purim derruba as inibições que ocultam nossa essência interior. Normalmente, transformar o mal em santidade é um processo metódico. Entretanto, nossos Sábios ensinam que "o júbilo derruba todas as fronteiras". Através do "riso correto," atributo deste mês, transformamos obstáculos em oportunidades, um decreto para a destruição em um dia de celebração. Efetuamos esta transformação com a velocidade da tribo deste mês, Naftali, o mais rápido dos filhos de Yaacov.

4.25.2009

Vidas Passadas - Teste interativo para o autoconhecimento

QUEM FOI VOCÊ EM UMA VIDA PASSADA ?

você tem curiosidade em saber quem foi você em uma encarnação passada ?


se a resposta for sim .

faça o teste e descubra !!




Vidas Passadas - Teste interativo para o autoconhecimento

SIMPATIAS PARA EMAGRECER

As simpatias estão nos costumes e tradições do povo brasileiro, é um ritual posto em prática para afastar certos males ou conseguir determinado bem, muitas delas tendo o auxilio de rezas, sinais cabalísticos, espíritos e elementos da natureza.

A sabedoria popular afirma sempre que a fé é o elemento mágico sendo o componente principal. Sem ela, a simpatia não tem sentido e nada resolve.



Muitas das simpatias do site, talvez você até já conheça, pois certamente sua tataravô passou para sua bisavó que passou para sua avó que por sua vez passou para sua mãe e assim por diante!
_ SIMPATIA PARA EMAGRAÇER XICO CHAVIER.
Numa manhã de quarta-feira pegue um copo com água pela metade e coloque dentro grãos de Arroz. Atenção: você deve colocar a quantidade de grãos relativa a quantidade de quilos que deseja perder. Por exemplo: se deseja perder 12 quilos coloque 12 grãos de arroz dentro do copo. Deixe num local de sua casa.De noite, antes de dormir, beba toda a água , ams deixe os grãos ainda no copo. Complete com mais água até a metade do copo.Na quinta-feira, ainda em jejum beba a água do copo novamente, deixe os grãos de arroz e volte a completar o copo até a metade com água.Na sexta -feira pela manhã, em jejum beba o conteúdo do copo, desta vez engula até os grãso de arroz.Faça todo esse processo no mesmo copo e com os mesmo grãos.Faça a simpatia com fé , sem regimes.Antes de começar a simpatia divulgue esta simpatia para o mesmo npumero de quilos que deseja perder.
EMAGRECER DEPRESSA
Pegue 1 dente de alho, corte ao meio e coloque as 2 partes dentro de 1 copo com água.Tampe com 1 pires e deixe tomar sereno por 1 noite.Na manhã seguinte, pegue o copo e jogue a água na pia.Enterre as 2 metades do alho em um vaso com flor ou em um jardim.Lave o copo e o pires e use da forma habitual.Faça essa simpatia durante 7 dias.
PARA EMAGRECER 3Compre 1 metro de fita vermelha meio larga e 1 maço de velas também vermelhas.Chegando em casa, amarre a fita na cintura e faça o pedido para emagrecer, assim:"Meu querido anjo da guarda, permita-me emagrecer (diga quantos quilos)e nunca mais voltar a engordar.Como agradecimento, prometo acender-lhe 1 maço de velas vermelhas,no cruzeiro de um cemitério".Só acenda as velas depois que emagrecer os quilos desejados.A fita só deve ser retirada do corpo e jogada no lixo quando atingir o seu peso.
PARA EMAGRECER 2Corte 1 cebola em 4 partes iguais, sendo que 3 partes devem serenterradas em um vaso de barro.Divida a última parte em pedacinhos equivalentes aos quilos que quer perder(se você deseja perder 8 quilos, corte a última parte da cebola em 8 pedaços).Faça 1 chá com eles, deixe esfriar, coe e jogue no vaso de barro,onde as outras 3 partes foram enterradas.Cubra com 1 punhado de terra e jogue os restos do chá no lixo.
PARA EMAGRECER 1Corte 1 cebola em 4 partes iguais, sendo que 3 partes devem ser enterradas em um vaso de barro.Divida a última parte em pedacinhos equivalentes aos quilos que quer perder (se você deseja perder 8 quilos, corte a última parte da cebola em 8 pedaços).Faça 1 chá com eles, deixe esfriar, coe e jogue no vaso de barro, onde as outras 3 partes foram enterradas.Cubra com 1 punhado de terra e jogue os restos do chá no lixo.
EMAGRECER DEPRESSA
Pegue 1 dente de alho, corte ao meio e coloque as 2 partes dentro de 1 copo com água.Tampe com 1 pires e deixe tomar sereno por 1 noite.Na manhã seguinte, pegue o copo e jogue a água na pia.Enterre as 2 metades do alho em um vaso com flor ou em um jardim.Lave o copo e o pires e use da forma habitual.Faça essa simpatia durante 7 dias.
PARA EMAGRECER
3Compre 1 metro de fita vermelha meio larga e 1 maço de velas também vermelhas.Chegando em casa, amarre a fita na cintura e faça o pedido para emagrecer, assim:"Meu querido anjo da guarda, permita-me emagrecer (diga quantos quilos)e nunca mais voltar a engordar.Como agradecimento, prometo acender-lhe 1 maço de velas vermelhas,no cruzeiro de um cemitério".Só acenda as velas depois que emagrecer os quilos desejados.A fita só deve ser retirada do corpo e jogada no lixo quando atingir o seu peso.
PARA EMAGRECER
2Corte 1 cebola em 4 partes iguais, sendo que 3 partes devem serenterradas em um vaso de barro.Divida a última parte em pedacinhos equivalentes aos quilos que quer perder(se você deseja perder 8 quilos, corte a última parte da cebola em 8 pedaços).Faça 1 chá com eles, deixe esfriar, coe e jogue no vaso de barro,onde as outras 3 partes foram enterradas.Cubra com 1 punhado de terra e jogue os restos do chá no lixo.
PARA EMAGRECER
  • 1Corte 1 cebola em 4 partes iguais, sendo que 3 partes devem ser enterradas em um vaso de barro.Divida a última parte em pedacinhos equivalentes aos quilos que quer perder (se você deseja perder 8 quilos, corte a última parte da cebola em 8 pedaços).Faça 1 chá com eles, deixe esfriar, coe e jogue no vaso de barro, onde as outras 3 partes foram enterradas.Cubra com 1 punhado de terra e jogue os restos do chá no lixo.
boa sorte

Seguidores

Follow by Email